Estratégia da LG foca-se fortemente nas “Casas Inteligentes”

e-RegulaçãoGovernançaNegóciosSoftware

A LG apresentou hoje a sua estratégia tecnológica para 2015. Os esforços da fabricante de eletrónica de consumo vão, este ano, incidir mais fortemente sobre soluções para “Casas Inteligentes” e em sistemas smart, evidenciando uma grande aposta na tendência que é a Internet das Coisas. O presidente da LG Europa, Brian Na, falando sobre a

A LG apresentou hoje a sua estratégia tecnológica para 2015. Os esforços da fabricante de eletrónica de consumo vão, este ano, incidir mais fortemente sobre soluções para “Casas Inteligentes” e em sistemas smart, evidenciando uma grande aposta na tendência que é a Internet das Coisas.

lg fundo 650

O presidente da LG Europa, Brian Na, falando sobre a recessão económica que tem vindo a flagelar o continente europeu, disse que a empresa sul-coreana continuará a apostar nos mercados da região, e que a sua nova gama de televisões OLED ditará o rumo do setor e alimentará o seu crescimento.

Assim, acrescentou o responsável, a LG potenciará as suas operações na Europa através de uma sólida rede de parceiros.

Quando Eugene Yoo, diretor de Alianças e Investimentos Estratégicos da LG Electronics, tomou a palavra, ficou claro que um dos maiores focos de atuação da LG para este ano será na esfera das Smart Homes, ou “Casas Inteligentes”. Desde máquinas de lavar com dois compartimentos, a frigoríficos com reduzido gasto energético e sistemas de som operáveis através de dispositivos móveis, a LG quer, indubitavelmente, conquistar as nossas casas.

A estratégia da empresa, neste âmbito, assenta sobre a poupança energética e sobre uma maior conectividade, ligando dispositivos móveis, eletrodomésticos e demais aparelhos de domótica.

Com um amplo leque de produtos, disse Yoo, a LG consegue ocupar confortavelmente uma posição de destaque no mercado dos eletrodomésticos, o que lhe permite investir em nova tecnologia que otimize a vivência doméstica dos consumidores e facilite as suas atividades diárias.

lg cozinha 650

O executivo, quando questionado pela B!T acerca das vantagens que os produtos da LG podem trazer a uma Europa economicamente debilitada, avançou que a estratégia da empresa passa por oferecer aos consumidores soluções que lhes permitam eliminar despesas supérfluas, mitigar desperdícios energéticos e, claro, poupar dinheiro.

“Precisamos apenas de trabalhar com as pessoas certas para oferecer o maior valor possível aos consumidores”, disse Yoo, referindo-se à abordagem estratégica para o mercado europeu.

Muitos dos produtos desenvolvidos pela LG estão integrados na sua plataforma cloud. Desta forma, o utilizador pode remotamente interagir com a sua casa, reduzindo o consumo energético de um determinado equipamento, desligando as luzes e o fogão, ou monitorizando a atividade do cão que deixou em casa quando saiu para o trabalho.

A estratégia Smart Home da LG passa, então, pela introdução de várias aplicações de comunicação numa única plataforma aberta, pela interoperabilidade dos diversos dispositivos fabricados pelas mais variadas marcas e pela fomentação de sinergias entre fornecedores de serviços e fabricantes tecnológicos.

Apesar da multiplicidade de produtos de que a LG dispõe, as televisões OLED destacam-se claramente. Tendo, nos últimos anos, conseguido avolumar a sua quota no mercado global de TV – onde a inovação assegura a sobrevivência e a acomodação ao tradicional dita o fracasso –, a LG vira agora as suas atenções para as televisões OLED (díodo orgânico emissor de luz), que oferecem cores mais fortes, pretos mais escuros e imagens mais definidas.

lg ecra 2 650

Elysia Chang, da divisão de televisões da tecnológica sul-coreana, disse à B!T que apesar das particularidades da atual economia europeia, o mercado das televisões OLED apresenta um elevado potencial de crescimento. Chang revelou que já no segundo semestre de 2015 pode esperar-se o lançamento de um modelo OLED mais acessível, e que a LG está otimista face ao futuro.

No evento InnoFest 2015, em Lisboa, a LG apresentou ao mercado europeu a sua nova família de televisões OLED, e todas oferecem uma resolução 4K: a Art Slim Flat 4K OLED TV de 65 polegadas, a Art Slim CURVED 4K OLED TV de 77 polegadas (a primeira televisão OLED de ecrã curvo), e as versões de 55 e 65 polegadas da Floating Art Slim CURVED 4K OLED TV.

O quarteto de novas TV vem equipado com a mais recente versão do sistema operativo da LG para smart-tv, o webOS 2.0, permitindo que o utilizador aceda a serviços online e possa monitorizar os vários equipamentos domésticos sem ter que se levantar do sofá.

Falando agora dos cada vez mais afamados connected cars, Eugene Yoo disse à B!T, sem adiantar muitos pormenores (visto que os processos são confidenciais), que a LG está a trabalhar com várias fabricantes de automóveis e com fornecedores de serviços para reformar o tradicional paradigma da indústria, potenciando o fortalecimento da aliança entre a tecnologia e os automóveis. “Poderão esperar-se muitas coisas da LG na área dos connected cars”, asseverou Yoo.

A LG mostra-se, então, confiante quanto ao potencial de crescimento do mercado das soluções inteligentes para as casas, e acredita que inúmeras oportunidades poderão esconder-se nesta emergente realidade. Parece que o termo smart já não é propriedade exclusiva dos telemóveis e dos relógios, e quer agora conquistar os universos doméstico e automobilístico.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor