Estar ligado: Necessidade ou Vício?

Negócios

Manuel Mira Godinho, CEO da Glintt não podia ser mais “honesto”. Diz que é inevitável estar ligado mas… “também pode já ser vicio. Difícil de saber… “ O responsável vai várias vezes por dia ao email, até porque “ter o iPhone com acesso ao mail é no que dá. Vira rotina”. O responsável da Glintt

Manuel Mira Godinho, CEO da Glintt não podia ser mais “honesto”. Diz que é inevitável estar ligado mas… “também pode já ser vicio. Difícil de saber… “ O responsável vai várias vezes por dia ao email, até porque “ter o iPhone com acesso ao mail é no que dá. Vira rotina”.

manuel mira godinho glintt

O responsável da Glintt admite que dá uma “olhadela” aos indicadores de negócio e se não houver situações urgentes “deixo andar”. “É verdade que há menos atividade em Portugal mas problemas e urgências não escolhem dia de semana…”

Aliás, quando questionado sobre se costuma tirar um mês de férias seguido ou se as divide durante o ano, Mira Godinho responde: “Um mês de férias seguido? Isso existe? Repartidas entre Páscoa, verão e Natal, de acordo com a disponibilidade”.

O portátil é “uma companhia obrigatória” e iPhone e iPad também viajam. “Servem para ter acesso às noticias da atualidade, consultar guias sobre restaurantes, locais para visitar, acesso a redes sociais, acesso ao email, gestão da agenda, … e trabalhar sempre que necessário”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor