Estão as redes 4G no limiar da rotura?

4GMobilidadeOperadoresRedes

A tecnologia 5G é o futuro das telecomunicações móveis, e não chegará cedo demais. Alguns especialistas acreditam que a 4G está no limite das suas capacidades e que é necessário implementar novas redes que consigam suportar o crescimento do tráfego de dados, que parece não esmorecer. Tem havido muita conversa em torno do futuro das

A tecnologia 5G é o futuro das telecomunicações móveis, e não chegará cedo demais. Alguns especialistas acreditam que a 4G está no limite das suas capacidades e que é necessário implementar novas redes que consigam suportar o crescimento do tráfego de dados, que parece não esmorecer.

redes

Tem havido muita conversa em torno do futuro das tecnologias móveis, com o 5G a liderar a caminhada para o próximo estágio da evolução. Mas alguns acreditam que as tecnologias de quinta geração podem ainda não superar as 4G.

O CTO e vice-presidente da Qualcomm, Matt Grob, disse que a fabricante tem equipas de engenheiros a trabalhar em LTE/4G e em 5G. O executivo acrescentou que de cada vez que a sua equipa 5G revela um novo progresso, a equipa de LTE consegue igualá-lo.

Por seu lado, Mike Short, vice-presidente de assuntos públicos da Telefónica Europe, reconhece que a próxima geração de telecomunicações acarreta inúmeras oportunidades, mas que também apresenta uma série de novos obstáculos em todos os níveis da indústria tecnológica, que está a ser alvo de substanciais reconfigurações.

No decorrer de uma sessão no Mobile World Congress, em Barcelona, Short disse que a tecnologia wireless 5G representa um salto importanto ao nível da mobilidade e que “terá uma enorme influência na nossa conectividade à Internet e nas nossas capacidades de transmissão sem fios”.

Professor de comunicações wireless no King’s College London, Mischa Dohler frisa a importância de elevar as comunicações a um patamar superior. O catedrático afirmou que o 5G operará uma necessária mudança de paradigma, para que possa dar-se resposta ao crescente tráfego de dados.

Dohler acredita que a indústria das telecomunicações está no limiar das suas capacidades, e que é urgente que surjam novos progressos que a ajudem a suportar o aumento inexorável dos dados.

O diretor tecnológico do grupo Ericsson, Ulf Ewaldsson, adverte para as limitações da tecnologia 5G, e refere que é importante analisar as necessidades concretas das indústrias que estão a sofrer profundas alterações.

As redes de quinta geração têm um vasto potencial, mas podem não suportar todos os serviços que queremos. O executivo diz que poderemos estar a esticar demasiado as potencialidades do 5G até um ponto em que será quase impossível torná-lo uma realidade tengível e efetiva.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor