ESPECIAL 2015 | BI4all: Um ano de crescimento

Negócios

Claramente um ano de crescimento. Foi assim que José Oliveira, CEO da BI4all classifica os 12 meses de 2015. “Foi um marco importante na história da Bi4all quer pelo nível de desempenho atingido, quer pela qualidade do trabalho efetuado mas também pelo crescimento sustentado da  equipa”.

José Oliveira reconhece que o sucesso da BI4all em 2015 é inerente ao compromisso de toda equipa na medida em que o seu empenho se reflete numa taxa de satisfação de clientes de 98% e, consequentemente, na distinção por diversas entidades portuguesas.

A BI4all atingiu em 2105 cerca de 200 clientes no mundo inteiro e mais de 400 projetos. O volume de negócios registou um crescimento na ordem dos 55% face a 2014, “o que evidencia bem a nossa presença sólida no mercado”, disse o responsável.

“Paralelamente a nossa equipa de consultores cresceu de 71%, integrando uma equipa de colaboradores que fazem parte integrante do DNA da empresa”.

Relativamente ao mercado, o executivo diz que as empresas em Portugal começaram cada vez mais a adotar medidas internas que vão no sentido de desenvolverem os seus mecanismos de business intelligence para resolver a problemática da necessidade de informação para tomada de decisão. “As empresas têm vindo a perceber a importância de implementar um bom sistema corporativo de Business Intelligence, que pensado de forma global, e orientado às suas organizações, conseguem ter uma vantagem competitiva bastante significativa em relação à concorrência”.

E foram vários os “grandes momentos” da empresa nestes 12 meses. Primeiro, José Oliveira salientou as novas parcerias tecnológicas. “Durante 2015, estabelecemos várias parcerias tecnológicas de excelência para aumentarmos a nossa capacidade de resposta através da cooperação com as tecnologias que ditam atualmente as tendências do mercado. A BI4all passou a dispor de uma oferta alargada e especializada para o desenvolvimento de soluções de business intelligence”.

Paralelamente, diz José Oliveira, a empresa disponibilizou aos seus consultores de business intelligence um plano de formação e certificação relativo às novas tecnologias, de forma a potenciar o aumento do know-how da organização e, deste modo, garantir o desenvolvimento de soluções taylor-made, característica que define o posicionamento da BI4all desde a sua fundação.

Outro “momento” do ano que agora finda foi o “Team Leaders”. O executivo conta que em 2015 desenvolveram e implementaram um modelo de gestão assente em Team Leaders que se traduziu na melhoria contínua na gestão de equipas. “Esta nova dinâmica permitiu ainda acelerar a consolidação dos projetos implementados na organização”.

Por último, em 2015 foi criada a primeira Academia BI4all. “Apostámos na integração de 11 recém-licenciados através de um programa de seis semanas enquadrado no processo de admissão na empresa. Os participantes receberam formação de base teórica e prática associada ao desenvolvimento e análise de case studies. Através do trabalho em equipa, a BI4All ofereceu aos formandos a possibilidade de desenvolver conhecimentos em business intelligence, nomeadamente através da criação de competências técnicas nas metodologias e ferramentas nas tecnologias Microsoft e IBM Cognos, enquanto ferramentas que definem e suportam o negócio da empresa”.

Para 2016, a palavra-chave encontrada por José Oliveira foi “confirmação”. “Confirmação que somos a maior empresa em Portugal em Business Intelligence. Vamos claramente continuar a crescer em clientes, em projetos, em faturação e em equipa”.

Para isso, o executivo salienta que o sucesso da Bi4all deve-se em grande medida aos colaboradores pelo seu elevado nível de compromisso e engagement. “Reconhecemos que somos privilegiados, somos uma equipa única de especialistas em business intelligence altamente motivada e envolvida com a organização e com os clientes. O crescimento que a BI4all tem registado ao longo dos anos é prova que soluções Business Intelligence assumem cada vez mais um papel determinante na gestão e são claramente a aposta de organizações vencedoras numa economia global”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor