ESPECIAL 2015 | Ábaco teve o seu melhor ano de sempre

Negócios
0 51 Sem Comentários

O ano de 2015 foi muito positivo, para a Ábaco. Para além de terem atingido as metas a que se propuseram nas geografias e setores de negócio em que operam, conseguiram atingir metas quantitativas e de implementação nos clientes dos mais recentes produtos da sua oferta, fruto de uma aposta estratégica da empresa na capacidade de operar com as mais recentes tecnologias na plataforma SAP.

“Por último, a área de negócio EDGE de aplicações complementares à oferta de sistemas de informação tem vindo a registar um crescimento consistente”, disse à B!T Nuno Figueiredo, diretor de vendas e marketing da Ábaco.

“Fruto da estratégia comercial e de marketing que desenhámos e do alinhamento tecnológico com as inovações mais importantes que identificámos para os nossos clientes, este foi o melhor ano de sempre da Ábaco”. Segundo Nuno Figueiredo, este crescimento baseia-se na credibilidade e cumprimento dos compromissos assumidos por parte das equipas da Ábaco perante os clientes, do que resulta uma regular adjudicação de novos projetos e consolidação nos clientes atuais da empresa. “Comparando com 2014, estamos a prever um crescimento de 20% em termos de vendas”.

O mercado tem registado uma evolução acelerada fruto da entrada de novas tendências tecnológicas, como é o caso da Cloud, da mobilidade e do big data. A SAP tem vindo a evoluir a sua plataforma para o SAP HANA e a Ábaco tem vindo a acompanhar essa evolução de forma próxima, tendo apostado desde muito cedo na criação de competências na área, garante Nuno Figueiredo.

Em resultado dessa aposta, o executivo destacaria do ano que agora termina o facto da Ábaco ter sido o parceiro SAP que mais clientes conquistou na migração para Hana, assim como a primeira empresa portuguesa a implementar S/4 Hana Finance, em duas empresas. “Adicionalmente, salientava também a conquista de três grandes clientes numa das áreas de aposta, o SAP BPC (Business Planning and Consolidation) onde o mercado nos reconhece competência e experiência, assim como o crescimento que temos atingido de forma consistente no mercado Brasileiro, que foi a base da internacionalização da empresa. Por último, temos vindo a ganhar novos projetos em mercados internacionais, como foi o caso de um projecto ganho na Lituânia, de conversão para o euro.”

Como grandes momentos é, para Nuno Figueiredo, complicado. “Num ano pleno de acontecimentos como o de 2015 é uma tarefa ingrata”, disse. No entanto, a destacar, “diria que seriam os seguintes os marcos mais relevantes do ano, alinhados com eventos de grande relevo para a Ábaco. Assim, no segundo trimestre, foi adjudicada a implementação da solução SAP CRM Service num cenário de Assistência técnica a manutenção e reparação de bombas de combustível. No terceiro trimestre, e fruto das reconhecidas competências tecnológicas da empresa, a Ábaco conquistou cinco novos clientes na plataforma SAP Hana. E, por último, no quarto trimestre, foi executado o primeiro projecto S/4 Hana Finance em Portugal, o que nos permite terminar o ano com grande confiança face ao futuro do negócio da empresa”.

E embora ainda não consiga quantificar, Nuno Figueiredo diz estimar que o próximo ano vá ser um ano de crescimento relevante para a Ábaco, fruto das apostas tecnológicas referidas anteriormente, e que continuarão a trazer bom frutos em 2016, bem como do expectável crescimento no mercado internacional.

“Os indicadores que temos apontam nesse sentido e a preparação prévia que fizemos ao longo do ano e nos anteriores prepara-nos da melhor forma para a transição tecnológica em curso com o SAP Hana”. Por outro lado, diz Nuno Figueiredo, a credibilidade que a empresa tem vindo a conquistar com a sua capacidade de execução “torna-nos num parceiro de eleição para as organizações que pretendam implementar soluções SAP nos setores em que operamos. Assim, temos já um conjunto significativo de projetos com início imediato e que se prolongarão quase por todo o ano de 2016. Sendo assim, temos a base estrutural para crescer e solidificar a nossa posição enquanto parceiros SAP. Iremos, sem dúvida, recolher frutos de todo o nosso investimento em S/4 Hana, assumindo-nos como referência no mercado nacional e internacional”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor