ESET alia-se ao Facebook na deteção de malware

Software

A ESET deu o seu apoio à missão “anti-malware” do Facebook, disponibilizando gratuitamente na plataforma da rede social a sua ferramenta de detecção de software malicioso ESET Online Scanner. Através da detecção e eliminação de programas ciberneticamente infecciosos que possam existir nos computadores dos utilizadores da maior rede social do mundo, o ESET Online Scanner

A ESET deu o seu apoio à missão “anti-malware” do Facebook, disponibilizando gratuitamente na plataforma da rede social a sua ferramenta de detecção de software malicioso ESET Online Scanner.

malware

Através da detecção e eliminação de programas ciberneticamente infecciosos que possam existir nos computadores dos utilizadores da maior rede social do mundo, o ESET Online Scanner procura otimizar a experiência de utilização do Facebook.

“O nosso objectivo é oferecer aos utilizadores a tecnologia certa para terem a melhor experiência na nossa rede social e protegerem os seus dispositivos. O ESET Online Scanner vai reduzir significativamente o número de ameaças que surgem diariamente no Facebook”, referiu Chetan Gowda do Facebook.

Por seu lado, Ignacio Sbampato, diretor de vendas e de marketing da ESET, disse que a aplicação ESET Online Scanner beneficia de um reduzido impacto nos recursos dos computadores e que a “tecnologia de detecção da ESET garante uma análise e remoção de ameaças de forma eficaz e gratuita”.

Com a integração da ferramenta de detecção na sua plataforma, o Facebook vai poder evidenciar comportamentos suspeitos, como o envio de mensagens de spam ou hiperligações maliciosas. Desta forma, quando o Facebook detetar alguma atividade deste género, o utilizador será notificado e ser-lhe à disponibilizada a ferramenta da ESET, para que, sem qualquer custo, possam remover o malware.

Caso os utilizadores optem por descarregar e operacionalizar a ferramenta de análise, “podem continuar a utilizar o Facebook e outros serviços no computador sem influência no desempenho”, disseram fontes oficiais da ESET, acrescentando que, aquando do término da análise, os utilizadores serão notificados via Facebook, e poderão consultar os resultados apresentados pela aplicação de detecção de malware.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor