Ericsson Radio Dot passa a ser usado por 100 operadoras para melhorar cobertura de ambientes internos

4GMobilidade
0 0 Sem Comentários

Resultados de uma pesquisa do ConsumerLab da Ericsson, área da empresa que estuda o comportamento dos utilizadores, revelaram que somente três em cada 10 utilizadores de smartphones encontram uma qualidade satisfatória de voz, cobertura e confiabilidade em ambientes fechados.

O desafio será ainda maior devido à previsão de que o tráfego de smartphones crescerá cerca de 11 vezes de 2015 a 2021, com cerca de 90% do tráfego de dados móveis vindo de smartphones até o fim de 2021.

Para melhorar a cobertura de ambientes internos para os clientes móveis e corporativos, as principais operadoras em todo o mundo adotaram o Ericsson Radio Dot, uma solução interna de células pequenas comercializada desde o quarto trimestre de 2014.

Recentemente, a Sichuan Mobile, maior operadora de comunicações móveis na China Ocidental, tornou-se a 100ª operadora móvel em todo o mundo a adotar o Ericsson Radio Dot.

O Ericsson Radio Dot é ideal para oferecer uma cobertura aprimorada em ambientes internos, como prédios comerciais, shoppings, faculdades e hospitais. Nas implantações do Radio Dot em todo o mundo, o rendimento de dados móveis foi aprimorado até cinco vezes, as chamadas caídas foram reduzidas a zero e as instalações levam menos do que quatro minutos por ponto.

Os pontos suportam combinações LTE (TDD e FDD), WCDMA e de modo duplo. Nas implantações ativas do Radio Dot, 77% suportam LTE, com quase 10% delas executando WCDMA e LTE de modo duplo no mesmo ponto.

O sistema possui o recurso Radio Dot, uma antena montada no teto que oferece cobertura de alto desempenho em todo o prédio, além de uma mobilidade contínua com a rede móvel externa. O sistema possui um software que é atualizado remotamente, sendo que as recentes atualizações do software comercial (Networks Software 16A) suportam taxas de pico de até 600Mbps usando a agregação de operadoras com LTE avançado, ao mesmo tempo em que reduz o consumo de energia de um sistema já eficiente em termos de energia.

O Sistema Ericsson Radio Dot suporta o mesmo software da rede de macrocélulas externa da operadora, garantindo uma experiência de utilizador contínua e um tempo de lançamento mais rápido para novos recursos de desempenho e aprimoramento de eficiência.

As arquiteturas de células pequenas, como o Ericsson Radio Dot, devem crescer cada vez mais conforme a rede evolui na disponibilidade comercial do 5G a partir de 2020. A procura por vídeo e largura de banda móvel, junto com os inovadores casos de uso da Internet das Coisas (IoT), está a impulsionar o desenvolvimento do 5G, que incluirá uma evolução na LTE atual e a adição de novas tecnologias de acesso ao rádio.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor