Ericsson Device Care soluciona problemas técnicos

EmpresasMobilidadeNegócios

O Ericsson Device Care permite aos operadores observarem, controlarem, configurarem e realizarem diagnósticos remotamente, em tempo real, em dispositivos e aplicações móveis. Há vários anos que é possível receber, de forma remota, assistência quando existe problemas técnicos ao usar o computador. Isto significa que é possível convidar alguém em quem se confie para se conectar

O Ericsson Device Care permite aos operadores observarem, controlarem, configurarem e realizarem diagnósticos remotamente, em tempo real, em dispositivos e aplicações móveis.

Ericsson_Using a mobileHá vários anos que é possível receber, de forma remota, assistência quando existe problemas técnicos ao usar o computador. Isto significa que é possível convidar alguém em quem se confie para se conectar ao computador, partilhar o ecrã e até mesmo fazer alterações nas configurações do sistema. Agora, é possível fazer o mesmo no dispositivo móvel.

O Ericsson Device Care é parte do conjunto de serviços Device and Application Verification (DAV) da Ericsson, lançados o ano passado. Enquanto muitos serviços DAV ajudam os fabricantes e developers a aperfeiçoarem as suas aplicações e dispositivos antes do lançamento, o Device Care entra “em jogo” no pós lançamento, quando os dispositivos e aplicações estão nas mãos dos utilizadores finais.

Os dispositivos móveis estão disponíveis numa gama cada vez maior de formas e tamanhos, em que cada um oferece diversos níveis de desempenho e tamanhos de ecrã. Existem três principais sistemas operativos móveis concorrentes, mas estão em uso diversas versões diferentes de cada um, em qualquer altura.

O Ericsson Device Care dá resposta a uma necessidade criada pela crescente complexidade dos dispositivos móveis, a fragmentação dos sistemas operacionais e a proliferação de aplicações móveis, contribuindo para aumentar os custos de atendimento ao cliente e elevadas taxas de devolução de dispositivos. O Ericsson Device Care torna mais fácil que os operadores vejam exatamente o que os utilizadores finais estão a ver, fortalecendo as relações com os clientes e facultando também uma nova fonte de análise de negócio em profundidade.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor