Empresas de cloud consideram rivais da Intel

CloudData Center

Depois de terem sido descobertas duas falhas nos processadores da Intel, os data center clientes da empresa norte-americana estão a considerar mudar para o maior rival da Intel para construir novas infraestruturas.

Depois de terem sido descobertas duas falhas nos processadores da Intel, os data center clientes da empresa norte-americana estão a considerar mudar para o maior rival da Intel para construir novas infraestruturas.

Relembre-se que na última semana foram descobertas duas vulnerabilidades, apelidadas de Meltdown e Spectre, que podem permitir que hackers roubem passwords e chaves de encriptação na grande maioria de computadores, smartphones e servidores cloud. A Microsoft foi uma das primeiras empresas a alertar que as correções necessárias para assegurar os vários dispositivos podem levar a um impacto significativo na performance dos servidores.

Em comunicado, citado pela Reuters, a Intel explica que está a ajudar os seus clientes a encontrar a melhor abordagem em termos de segurança, performance e compatibilidade, até porque a performance é, para muitas empresas, algo essencial para o seu negócio. Diz a mesma agência noticiosa que as alternativas à Intel podem ser a AMD, que partilha com a Intel a arquitetura x86, ou chips baseados em tecnologia da ARM Holdings.

Uma empresa norte-americana explica que está a contar com a Intel para substituir o equipamento ou oferecer um desconto para compensar a perda de poder computacional do seu servidor.

Explicam os fornecedores de cloud que trocar de chips Intel previamente instalados para outra marca é demasiado complexo, mas expandir as atuais redes com alternativas será mais fácil. A alternativa mais fácil será a AMD por causa da arquitetura x86, como referido.

Analisando as maiores empresas de cloud, a Microsoft começou a instalar processadores da AMD ainda em dezembro, a Google desenhou um servidor baseado nos processadores Power9 da IBM e a Amazon anunciou em setembro último que iria usar unidades de processamento de gráficos da AMD.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor