Empresa resultante da PT/Oi vai pagar 166 milhões de euros em dividendos

EmpresasNegócios

Zeinal Bava, presidente executivo da nova empresa que irá resultar da fusão entre a PT e a Oi, a CorpCo, anunciou que irá pagar aos seus acionistas dividendos de 166 milhões de euros em 2014, 2015 e 2016. Numa videoconferência realizada após o anúncio, o presidente executivo sublinhou que a nova empresa que ficará sedeada

Zeinal Bava, presidente executivo da nova empresa que irá resultar da fusão entre a PT e a Oi, a CorpCo, anunciou que irá pagar aos seus acionistas dividendos de 166 milhões de euros em 2014, 2015 e 2016.

cieco164590

Numa videoconferência realizada após o anúncio, o presidente executivo sublinhou que a nova empresa que ficará sedeada no Rio de Janeiro e tem o nome provisório de CorpCo, terá 100 milhões de clientes, o que coloca a empresa na lista das 20 maiores do mundo. O processo de fusão deverá estar concluído no segundo trimestre de 2014, que terá um nome “de acordo com a sua ambição global”.

A fusão realiza-se através de um aumento de capital que terá duas componentes. A primeira onde participam acionistas portugueses resultará da incorporação dos ativos da PT na nova empresa. Depois do aumento de capital, os acionistas portugueses na nova empresa deverão assumir uma posição de 38,1 por cento na empresa, com as participações do BES e da Ongoing a diluírem-se para posições em torno de 3 por cento.

O restante aumento de capital visa a entrada de dinheiro na empresa, que através do reforço de atuais acionistas, quer da entrada de novos investidores, entre eles o grupo financeiros BTG Pactual, que subscreverá aproximadamente 700 milhões de euros, de um mínimo de 2300 milhões de euros que a empresa espera levantar com a operação.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor