EMOTA lança o European Trustmark of eCommerce

e-Commercee-MarketingEmpresasNegócios

É hoje lançado em Barcelona pela EMOTA (European Multi-Channel and Online Trade Association) o European Trustmark for eCommerce. A EMOTA, lança hoje o European Trustmark for eCommerce no mesmo âmbito do Programa de Acreditação adotado pela ACEPI sob o selo de “Confiança OnLine”. Os critérios de certificação adotados pela European Trustmark for eCommerce  são homogéneos

É hoje lançado em Barcelona pela EMOTA (European Multi-Channel and Online Trade Association) o European Trustmark for eCommerce.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA EMOTA, lança hoje o European Trustmark for eCommerce no mesmo âmbito do Programa de Acreditação adotado pela ACEPI sob o selo de “Confiança OnLine”.

Os critérios de certificação adotados pela European Trustmark for eCommerce  são homogéneos a todas as marcas de confiança nacionais da Europa, cujo principal objetivo é o de aumento da confiança dos consumidores nas compras online entre países, contribuindo para o crescimento do volume de negócios dos comerciantes online europeus e superação de barreiras de linguagem com que se debatem os selos de confiança a nível nacional.

Em Portugal o European Trustmark for eCommerce vai ser atribuído pela ACEPI. “A ACEPI congratula-se com a criação de um selo de confiança online a nível europeu por parte de uma entidade que representa mais de oitenta por cento do comércio eletrónico na Europa. Trata-se de um passo decisivo para o desenvolvimento da Economia Digital na Europa, para a disseminação alargada e abrangente das boas práticas no comércio eletrónico, o que constitui ao mesmo tempo uma grande oportunidade para as PME portuguesas que, desta forma passam a dispor de um novo recurso que lhes permitirá concorrer numa posição de maior igualdade com as grandes marcas internacionais à escala global”, salienta Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI.

Os critérios de Acreditação adotados pela European Trustmark for eCommerce passam pelo código de conduta que proteja os consumidores, controlo permanente  da conformidade das entidades acreditadas com o selo de confiança, esquemas de ADR, Enforcement e Sanções.

O novo selo tem em consideração a lacuna existente ao comércio eletrónico entre países quer da parte do consumidor quer dos retalhistas. Estas barreiras podem ser fundamentalmente legais ou operacionais e ocorrem por falta de confiança.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor