EMEL adia entrada da nova modalidade de pagamento com o telemóvel

EmpresasNegócios

A Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) adiou a entrada em funcionamento de pagamentos com o telemóvel. Esta decisão de adiar a entrada da nova modalidade surgiu devido a problemas técnicos. Pagar o estacionamento através de um dispositivo móvel na cidade de Lisboa não será ainda possível tão brevemente. A EMEL não tem

A Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) adiou a entrada em funcionamento de pagamentos com o telemóvel. Esta decisão de adiar a entrada da nova modalidade surgiu devido a problemas técnicos.

95046Pagar o estacionamento através de um dispositivo móvel na cidade de Lisboa não será ainda possível tão brevemente.

A EMEL não tem ainda uma nova data definida para lançar a nova modalidade de pagamento do estacionamento na capital, mas espera-se que os problemas se resolvam rapidamente de modo a implementar a nova medida.

“Problemas técnicos inesperados e entretanto detetados, o sistema de pagamento do estacionamento por telemóvel em Lisboa não avançará na data prevista”, lê-se no site da empresa.

No entanto, já várias cidades portuguesas têm acesso a este novo tipo de pagamento. Na capital, esta modalidade só foi autorizada há seis meses pela Câmara Municipal de Lisboa.

A EMEL diz que a solução desenvolvida para a cidade é tecnicamente mais avançada do que a de outras localidades do país por permitir o pagamento através da internet, além do sms.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor