EDP lança competição internacional de inovação

Negócios

A EDP lançou aquilo a que chama de “maior competição de inovação do sector energético”, a Open Innovation. Estará aberta a ideias não apenas de startups portuguesas, mas de todo o mundo.

EDP Open Innovation resulta da fusão entre o Prémio EDP Inovação e o Energia de Portugal. A elétrica descreve-o como um programa de apoio ao empreendedorismo tecnológico renovado e alargado, visto que passa a aceitar candidaturas internacionais. Os centros de operacionalização são em Portugal, Espanha e Brasil.

A primeira fase de candidaturas dura até 31 de agosto e permite que os empreendedores entreguem propostas em mais que uma das 12 categorias. Um júri internacional irá analisar estes projetos e os 15 melhores passarão à segunda fase, que consiste num programa intensivo de aceleração durante o qual as equipas participantes terão de desenvolver e provar a solidez da ideia apresentada.

Este programa de aceleração decorrerá em outubro e será feito em Lisboa, nas instalações da Fábrica de Startups. Durante esse período, os participantes terão quatro bootcamps seguindo o método FabStart, que permite simular o produto ou ideia no mundo real. Na fase de Investment Pitch, em novembro, serão selecionadas as três startups finalistas, que terão a oportunidade de expor o seu projeto no stand da EDP no Web Summit, em Lisboa. O grande vencedor receberá um prémio de 50 mil euros.

O regulamento da competição (em inglês) está disponível num documento pdf publicado no microsite dedicado à competição.

Segundo os planos da elétrica, até 2020 está previsto o investimento de 200 milhões de euros em Investigação e Desenvolvimento – um dos cinco compromissos de combate às alterações climáticas assumidos pela EDP aquando da Cimeira do Clima COP 21, em dezembro de 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor