Futuro e Economia Digital

e-Commercee-MarketingEmpresasNegócios

“O Futuro e a Economia Digital” foi um dos painéis do Fórum da Economia Digital do primeiro dia do eShow Lisboa 2013. João Couto, da Microsoft Portugal, António Murta, representante de Portugal no Fórum Digital Champions Europe, e José Martinez Aguilar, Country Manager Portugal Google, foram os oradores. João Couto falou daquilo que é o

“O Futuro e a Economia Digital” foi um dos painéis do Fórum da Economia Digital do primeiro dia do eShow Lisboa 2013. João Couto, da Microsoft Portugal, António Murta, representante de Portugal no Fórum Digital Champions Europe, e José Martinez Aguilar, Country Manager Portugal Google, foram os oradores.

48405289João Couto falou daquilo que é o futuro, a nível digital, para a Microsoft. A cloud, o social, o big data e a mobilidade são as apostas fortes da empresa norte-americana. A Microsoft acredita que todos os negócios vão evoluir para a cloud e cem por cento das grandes empresas vão estar, realmente, na cloud. O social, como atualmente já está, vai continuar presente na vida das pessoas e dos utilizadores.

Se hoje em dia vemos tantos smartphones e tablets, no futuro não vai ser diferente. A mobilidade vai estar constantemente, e cada vez mais, presente na vida das pessoas. A oportunidade de ter “tudo” em qualquer lugar, “informação de algo em qualquer lugar”.

José Martinez Aguilar falou da perspetiva da Google para o futuro. Para a Google, vai existir mais dispositivos e gadgets e que estes gadgets vão “tomar conta do corpo”. O futuro passa, também, por mais dados e o uso deles.

Com o aumento gradual da população mundial, a “economia da Internet” vai fornecer milhões de trabalhos, da mesma forma que a economia e as exportações de e-commerce vão continuar a crescer.

Por sua vez, António Murta falou daquilo que deveria ser o futuro para as empresas no que a e-commerce diz respeito. As empresas e lojas devem ter uma “agenda de vendas, não de compras”. A nível de números, António Murta acredita que, nós próximos de anos, as empresas online aumentem 20 por cento.

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor