eBay considera vender apenas 20 por cento do PayPal

e-Marketinge-PaymentEmpresasNegócios

Carl Icahn cede terreno, mas não muito. O empresário norte-americano sugeriu ao eBay a venda de 20 por cento do seu serviço de pagamentos PayPal, o que constitui uma mudança de atitude face à anterior proposta para a total alienação do segmento. No início de 2014, o multimilionário Icahn pediu ao eBay para abandonar integralmente

Carl Icahn cede terreno, mas não muito. O empresário norte-americano sugeriu ao eBay a venda de 20 por cento do seu serviço de pagamentos PayPal, o que constitui uma mudança de atitude face à anterior proposta para a total alienação do segmento.

Carl Icahn

No início de 2014, o multimilionário Icahn pediu ao eBay para abandonar integralmente o PayPal, a sua unidade com o mais rápido e pronunciado crescimento, asseverando que o serviço não beneficia do seu total potencial sob a guarida do eBay.

No decorrer das últimas semanas, o contestador Carl Icahn fez questão de expressar o seu descontentamento relativamente ao diretor executivo do eBay John Donahoe e à sua liderança corporativa, criticando as suas estratégias empresariais.

Na mais recente carta endereçada ao eBay, Icahn finalmente deu o braço a torcer, e concordou que a venda de somente uma porção do PayPal beneficiaria ambas as partes, na medida em que a empresa de e-commerce continuaria a usufruir das vantagens da parceria, ao mesmo que tempo que o serviço de pagamentos passaria a ter um funcionamento autónomo.

Ao consentimento de Icahn, a eBay respondeu que “uma separação parcial do PayPal não é uma ideia nova” e que estão satisfeitos por constatar “que Mr. Icahn concorde que uma total alienação do PayPal seria um erro”.

O magnata disse ainda que, mediante uma oferta pública inicial de 20 por cento, criar-se-iam duas empresas altamente focadas mas administrativamente independentes uma da outra, continuando, no entanto, a beneficiarem de uma relação empresarial próxima.

O PayPal foi adquirido pelo eBay em 2002, por uma quantia de 1,5 mil milhões de dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor