E.U.A. pede à Coreia do Sul que não use equipamentos Huawei

MobilidadeSegurança

A Coreia do Sul assentiu em desviar comunicações confidenciais sul-coreanas e norte-americanas de redes que incluam equipamento feito pela Huawei, decisão impulsionada pelos receios de Washington relativamente à empresa chinesa. Oficiais dos Estados Unidos em encontros com a Coreia do Sul abordaram os possíveis riscos que os equipamentos da Huawei possam comportar, sob suspeitas de

A Coreia do Sul assentiu em desviar comunicações confidenciais sul-coreanas e norte-americanas de redes que incluam equipamento feito pela Huawei, decisão impulsionada pelos receios de Washington relativamente à empresa chinesa.

huawei

Oficiais dos Estados Unidos em encontros com a Coreia do Sul abordaram os possíveis riscos que os equipamentos da Huawei possam comportar, sob suspeitas de serem usados para espiar comunicações entre os aliados, bem como poderem comprometer redes usadas por oficiais militares e de inteligência norte-americanos na Coreia do Sul.

“Como resposta a estas preocupações, a Coreia do Sul decidiu alterar o sistema para que comunicações confidenciais do governo sul-coreano não passem por equipamentos da Huawei”, disseram oficiais americanos.

Um oficial sul-coreano do Ministério dos Negócios Estrangeiros recusou pronunciar-se relativamente à decisão, mas disse que a situação em causa envolvia decisões de compra por empresas privadas, sobre as quais o governo não tem qualquer controlo.

A Huawei recusou fazer qualquer comentário.

No ano passado, os comités do Senado norte-americano responsáveis pela segurança nacional mostraram-se preocupados acerca do acordo de fornecimento de equipamento estabelecido entre a LG Uplus, a maior operadora da Coreia do Sul, e a Huawei.

Aparelhos da Huawei não será utilizada nem ligada a bases militares dos EUA na Coreia do Sul para proteger comunicações americanas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor