DuckDuckGo com cada vez mais utilizadores

Software

O motor de busca DuckDuckGo foi utilizado quase dois mil milhões de vezes no ano passado, atingindo, assim, um crescimento de 10,2 por cento só nos últimos quatro meses de 2014. O sucesso deve-se à possibilidade de anonimato do utilizador mas também à integração do DuckDuckGo na Apple e Mozzila. O Google é o motor

O motor de busca DuckDuckGo foi utilizado quase dois mil milhões de vezes no ano passado, atingindo, assim, um crescimento de 10,2 por cento só nos últimos quatro meses de 2014. O sucesso deve-se à possibilidade de anonimato do utilizador mas também à integração do DuckDuckGo na Apple e Mozzila.

duck-duck-go-splash (1)

O Google é o motor de busca mais utilizado do mundo mas existem outros que têm conseguido angariar popularidade e utilizadores, como é o caso do DuckDuckGo, que graças à possibilidade de esconder a localização e o histórico torna-se cada vez mais apetecível num mundo preocupado com a segurança online. Este motor de busca foi utilizado quase dois mil milhões de vezes ao longo de 2014 e a tendência é para continuar a crescer.

Foram realizadas, em média, mais de cinco milhões de pesquisas diárias, devido também às parcerias com a Apple e Mozilla. Desde setembro que o motor de busca faz parte do Safari da Apple, mas também do Firefox da Mozzila desde novembro, dando a conhecer o DuckDuckGo a mais pessoas e tornando possível o melhor resultado de sempre, com mais de 220,5 milhões de pesquisas só no mês de dezembro.

No entanto, o CEO da empresa, Gabriel Weinberg, alertou para o facto de estes números não serem exatos já que as características que tornam o DuckDuckGo popular fazem também com que não seja possível saber com certeza a quantidade de pessoas que o utilizam.

Já em 2015, estima-se que tenham sido realizadas mais de 106 milhões de pesquisas o que corresponde a uma média de quase 7,6 utilizações diárias, colocando este motor de busca na lista dos 450 sites mais visitados, nos EUA, e na lista dos 900 mais populares mundialmente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor