Disney e DirecTV negociam transmissão de conteúdos

Negócios

A DirecTV encontra-se em negociações com a Walt Disney para que sejam autorizados os direitos para disponibilizar os canais de transmissão e de cabo da Disney como parte de um produto baseado na Internet. O acordo a ser realizado assemelha-se ao travado entre a Disney e a Dish Network no início desta semana. Os direitos

A DirecTV encontra-se em negociações com a Walt Disney para que sejam autorizados os direitos para disponibilizar os canais de transmissão e de cabo da Disney como parte de um produto baseado na Internet.

directv

O acordo a ser realizado assemelha-se ao travado entre a Disney e a Dish Network no início desta semana.

Os direitos de Internet a serem debatidos são parte de um contrato de programação de larga escala que virá substituir um acordo entre as duas empresas que findará no fim de dezembro do presente ano. A Disney e a Dish estão em negociações mas a data de finalização do processo não é ainda conhecida.

Darris Gingeri, porta-voz da DirecTV, diz que agora é a vez da empresa de entretenimento de televisão digital materializar um novo acordo a longo-prazo com a Disney.

Este contrato poderá possibilitar que tanto a Disney como a DirecTV beneficiem de uma nova fonte de receitas, numa altura em que os consumidores redirecionam as suas atenções e interesses para serviços online de vídeo e tendem cada vez mais a assistir a conteúdos televisivos na Internet.

O acordo entre as duas empresas assinala o primeiro momento em que uma operadora televisiva norte-americana adquiriu a flexibilidade necessária para disponibilizar os seus conteúdos na Grande Rede através de smartphones, tablets e computadores fora de uma subscrição de televisão paga.

Assim, a Disney permitirá que a Dish emita conteúdo das estações da ABC, bem como canais por cabo, como ABC Family, Disney Channel, ESPN e ESPN2. Contudo, a Dish não revelou, até ao momento, os planos para o seu serviço de emissão.

Espera-se que a DirecTV consiga assegurar melhores taxas de programação que a Dish. Ambas as empresas haviam já referido os crescentes custos de programação e têm estado envolvidas em blackouts de alto nível nos últimos anos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor