DirecTV sob o olhar ávido da AT&T

Negócios

A AT&T revelou as suas intenções para adquirir por 48,5 mil milhões de dólares a maior fornecedora norte-americana de televisão por satélite DirecTV.Este negócio evidencia um convergência entre as indústrias mobile e de televisão, numa altura em que é irrefutável uma crescente propensão para o consumo de produtos televisivos nos dispositivos móveis. Anunciados ontem, os

A AT&T revelou as suas intenções para adquirir por 48,5 mil milhões de dólares a maior fornecedora norte-americana de televisão por satélite DirecTV.Este negócio evidencia um convergência entre as indústrias mobile e de televisão, numa altura em que é irrefutável uma crescente propensão para o consumo de produtos televisivos nos dispositivos móveis.

at&t

Anunciados ontem, os planos para uma aquisição denotam a premente necessidade da AT&T em descobrir novas fontes de rendimento para além do saturado e tremendamente agressivo mercado mobile norte-americano.

Ao unir-se à DirecTV, a AT&T conseguirá reforçar os seus serviços de telecomunicações, de bandal larga, de TV e de comunicações fixas. Por seu lado, a DirectV terá, pela primeira vez, a oportunidade de oferecer aos seus clientes Internet de banda-larga, cimentando o seu posicionamento perante rivais de maior peso.

Randall Stephenson, diretor executivo da AT&T, afirmou que o negócio permitirá que a empresa possa oferecer uma maior variedade de serviços aprimorados, através e para uma multiplicade de dispositivos.

Stephenson avançou ainda que espera que o acordo esteja finalizado dentro de um ano.

Esta revelação poderá, sem qualquer dificuldade, ser uma consequência da aquisição de 45 mil milhões de dólares feita pela Comcast quando comprou a Time Warner Cable, há poucos meses, negócio que, a ser aprovado pelos reguladores, criará uma superpotência olímpica no mercado norte-americano da Internet.

Para que a fusão não seja vetada e para cair nas boas graças das entidades reguladoras, a AT&T vendeu a sua participação de quase oito por cento na América Móvil do magnata mexicano Carlos Slim no valor de cinco mil milhões de dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor