Deutsche Telekom recusa oferta da Iliad

Negócios

A operadora alemã Deutsche Telekom deixou passar outra oportunidade para integrar o mercado norte-americano, depois de ter recusado uma oferta da francesa Iliad para comprar a sua unidade T-Mobile US. A Vodafone testemunhou uma queda do valor das suas ações maior do que qualquer outra grande fabricante de smartphones, desde que vendera, no passado mês

A operadora alemã Deutsche Telekom deixou passar outra oportunidade para integrar o mercado norte-americano, depois de ter recusado uma oferta da francesa Iliad para comprar a sua unidade T-Mobile US.

t-mobile deutsche telekom

A Vodafone testemunhou uma queda do valor das suas ações maior do que qualquer outra grande fabricante de smartphones, desde que vendera, no passado mês de fevereiro, a sua participação de mais de 30 por cento na empresa norte-americana de telecomunicações Verizon.

Mediante a venda da T-Mobile US, que ocupa a posição de quarta maior operadora wireless nos Estados Unidos, a alemã Deutsche Telekom estaria a renunciar ao que equivale a um terço das suas receitas e a alienar aquela que é a sua única unidade com um crescimento mensurável.

A proposta avançada pela operadora francesa liderada pelo CEO Xavier Niel para a compra do segmento da empresa sediada na região alemã de Bonn foi, contudo, recusada pela Deutsche Telekom, que considerara a oferta insuficiente.

Não obstante a probabilidade de a Dish Network avançar a sua própria proposta para a aquisição da T-Mobile, a Deutsche Telekom está, de momento, a desenhar uma nova estratégia e a procurar conservar – e potenciar – o crescimento da sua unidade. A empresa intenta também, de acordo com fontes próximas do assunto, açambarcar frequências wireless suficientes que, ao que parece, irão a leilão em meados de 2015, para assim assegurar a rentabilidade da T-Mobile.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor