Desafios com documentos geram quebra de 20% na produtividade

EscritórioImpressorasSoftware

Numa altura em que o volume de dados empresariais aumenta exponencialmente, os desafios relacionados com documentos estão associados a uma quebra de 20% na produtividade dos colaboradores, o equivalente a dois meses de trabalho. É o que diz um novo White Paper da IDC.

De acordo com o estudo, que foi patrocinado pela OKI e divulgado esta segunda-feira na íntegra, o volume de dados empresariais terá aumentado seis vezes nos últimos cinco anos, até 2015, e deverá continuar a um ritmo semelhante. Este aumento tem colocado desafios que ameaçam a produtividade nas empresas, o foco do White Paper “Os processos empresariais estão a inibir as suas oportunidades de mercado?”.

A IDC conclui que as organizações têm de investir de forma diferente, reservando montantes mais pequenos para a personalização de “ferramentas de fluxo de trabalho”, que tragam maior automação, integração e aumento de produtividade. A consultora aponta para a utilidade de multifunções inteligentes na melhoria e redefinição destes indicadores.

O relatório identifica a produtividade como prioridade para 70% das pequenas e médias empresas europeias, mas refere que apenas uma em cada três empresas “planeia a forma como irá armazenar e gerir o crescimento da informação para otimizar a produtividade, num mundo cada vez mais digital.”

Jacqui Hendriks, diretora da divisão de investigação e consultoria dos European Managed Print Services and Document Solutions da IDC, sublinha que os multifunções inteligentes já não têm como principais funções a impressão e cópia de documentos em papel; agora, são “rampas de entrada e saída da nuvem” e ferramentas de transformação digital personalizáveis. “Esta nova função permite que as empresas obtenham, integrem e comuniquem informações, aumentando consequentemente a utilização do equipamento”, afirma a analista.

Outro dado importante do estudo é sobre segurança. A IDC refere que 75% das PME estão expostas a riscos por não terem sistemas de segurança implementados, apesar de tecnologias emergentes no local de trabalho – BYOD (bring your own device), redes sociais e armazenamento na nuvem levantarem preocupações de segurança.

“O White Paper da IDC identifica um número de desafios e prioridades empresariais a que os multifunções inteligentes de hoje conseguem dar resposta e estabelece ainda uma ligação clara entre os equipamentos e os requisitos das empresas contemporâneas”, comenta Terry Kawashima, diretor executivo da OKI Europe.

Parte do estudo “Os processos empresariais estão a inibir as suas oportunidades de mercado? Impressão económica e gestão de documentos através de MFP inteligentes” já tinha sido divulgada. Agora, as conclusões estão disponíveis na íntegra no site da OKI.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor