Decisão judicial obriga Qualcomm a devolver 815 milhões à BlackBerry

e-RegulaçãoLegal

A disputa entre a Qualcomm e a Blackberry referente à cobrança indevida de royalties terminou e a fabricante de processadores terá que pagar um valor de 814,9 milhões de dólares à empresa canadiana.

A decisão a favor da Blackberry, procedente de uma queixa de 2016 em que a fabricante de telemóveis acusou a Qualcomm de ter ficado indevidamente com royalties entre 2010 e 2015, é final.

A Qualcomm já reagiu indicando que não concorda com a decisão do painel de arbitragem, mas será obrigada a cumprir com o reembolso visto que não é possível realizar qualquer apelo sobre a mesma.

A Blackberry mostrou-se satisfeita com a resolução da situação, indicando que vai investir esse valor no seu negócio de software, avançou a agência Reuters.

Esta não é a primeira vez que a empresa de semicondutores está envolvida em polémicas na justiça. De recordar que a Apple tem um processo contra a companhia de San Diego, no valor de mil milhões de dólares, em que acusa a mesma de cobrar mais que o devido pelos processadores e de táticas anticoncorrenciais.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor