Dados da Segurança Interna dos EUA foram alvo de ciberataque

Segurança

A US Investigations Service (USIS), empresa que realiza verificações de antecedentes para o Departamento de Segurança Interna norte-americano, revelou ter sido vítima de um ataque cibernético que, ao que tudo indica, foi apoiado por uma qualquer entidade governamental. De acordo com o Washington Post, o primeiro a publicar o acontecimento, o ataque digital terá tido

A US Investigations Service (USIS), empresa que realiza verificações de antecedentes para o Departamento de Segurança Interna norte-americano, revelou ter sido vítima de um ataque cibernético que, ao que tudo indica, foi apoiado por uma qualquer entidade governamental.

segurança interna

De acordo com o Washington Post, o primeiro a publicar o acontecimento, o ataque digital terá tido como objetivo o furto de dados pessoais pertencentes a pessoal dos Departamento de Segurança Interna (DSI).

Nestas circunstâncias, o departamento cessara todas as suas operações com a empresa de segurança, enquanto o FBI não apurar a dimensão e orquestradores do “assalto digital”.

Um porta-voz do DSI, Peter Boogaard, afirmou que um esforço multi-agências deverá apurar as causas do ataque e averiguar a quantidade de informação ilegitimamente acedida.

“Até agora, a nossa análise forense indica que parte do pessoal do DSI pode ter sido afetada”, disse Boogaard, acrescentando que o departamento pediu a todos os seus funcionários que escrutinassem os registos financeiros em busca de atividades suspeitas.

O Washington Post comunicara também que o Gabinete de Gestão de Pessoal suspendera as suas interações com a USIS, apesar de oficiais do governo terem dito que era improvável que o ataque alvejasse pessoal externo ao DSI.

“Vamos apoiar as autoridades na investigação e nas acusações que forem lançadas àqueles que sejam determinados como responsáveis por este ataque”, disse a USIS, dizendo que os especialistas acreditam que os dados recolhidos até agora relativos ao incidente evidenciam um apoio governamental.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor