CyberArk ganha novas funcionalidades no endpoint

Segurança

A solução de segurança da CyberArk Viewfinity, recomendada pela Cesce SI, integra a gestão de privilégios com controlo de aplicações para ajudar a proteger contra ataques de malware sem comprometer a experiência do utilizador.

CyberArk Software, empresa que protege as organizações de ciber-ataques dentro do perímetro da sua rede, ganhou agora novas capacidades no CyberArk Viewfinity, que asseguram o acesso a contas privilegiadas no endpoint.

Garante a empresa que com o CyberArk Viewfinity v5.5, os clientes podem beneficiar de uma solução avançada e única de gestão de privilégios, com total controlo das aplicações, que lhes permite reduzir a área sob ataque e, ao mesmo tempo, bloquear a progressão de ataques baseados em malware, e assim conseguirem equilibrar a produtividade dos utilizadores e a segurança do negócio.

Na sequência da aquisição da Viewfinity no último trimestre de 2015, o CyberArk Viewfinity é agora disponibilizado como parte da solução CyberArk Privileged Account Security.” Com este lançamento, os clientes obtêm melhores funções de gestão de privilégios e de controlo de aplicações, num produto software-as-a-service (SaaS)”, lê-se no comunicado que anuncia o produto.

A nova integração com a plataforma CyberArk Shared Technology permite que todos os registos de auditoria privilegiada sejam armazenados e analisados centralmente, bem como são ativadas novas funcionalidades de relatório, flexíveis e personalizáveis.

“Como o malware continua a ser um meio frequentemente utilizado e bem-sucedido para roubar credenciais, é importante que as empresas comecem a perceber que um problema no endpoint é um problema que está relacionado com os privilégios”, afirmou Roy Adar, vice-presidente sénior de gestão de produto da CyberArk.

“O facto é que atacantes determinados irão acabar por entrar na rede – e o que vem a seguir é o que realmente importa. Ao estabelecer uma posição “estratégica” nos endpoints e escalando privilégios, os atacantes saltam de endpoint para servidores, e depois para os controladores de domínio, até dominarem a rede. O que o CyberArk Viewfinity faz é alargar a segurança dos privilégios até aos endpoints, para mitigar estes riscos sem controlos excessivamente restritivos sobre os utilizadores”.

Pedro Vieira, diretor de desenvolvimento de negócio da Cesce SI, parceira da CyberArk, mencionou em comunicado que estudos desta empresa sobre os endpoint de funcionários revela que não é invulgar encontrar mais de 20.000 aplicações diferentes numa empresa, “o que significa que as aplicações malignas podem “esconder-se”, facilmente, à vista de todos, porque as equipas de TI simplesmente não têm tempo para analisar tudo manualmente.”

“Para reduzir eficazmente a área sob ataque, e mitigar o risco de uma violação grave dos dados, sem que tenha impacto sobre a produtividade, as empresas precisam de soluções que implementem políticas de privilégios mínimos, flexíveis, para utilizadores empresariais e administrativos, e controlar o que as aplicações podem correr”.

O CyberArk Viewfinity v5.5 está disponível num modelo de implementação SaaS, software no local ou Microsoft Group Policy (GPO).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor