Critical Software reforça presença na área espacial

EmpresasNegócios

A Critical Software, empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de sistemas de informação críticos, reforçou em 2013 a sua presença na área espacial com três importantes projetos de referência, nomeadamente a finalização da verificação e validação dos três satélites que compõem a constelação SWARM e dois contratos com a Agência Espacial Europeia para o desenvolvimento do

A Critical Software, empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de sistemas de informação críticos, reforçou em 2013 a sua presença na área espacial com três importantes projetos de referência, nomeadamente a finalização da verificação e validação dos três satélites que compõem a constelação SWARM e dois contratos com a Agência Espacial Europeia para o desenvolvimento do software de controlo de duas missões da ESA.

Solar-Orbiter-missionOs três satélites que compõem a constelação SWARM foram recentemente lançados pela ESA, Agência Espacial Europeia, do cosmódromo Russo de Plesetsk. O objetivo da constelação é estudar o campo magnético terrestre através da medição dos sinais magnéticos emitidos pelo Planeta Terra, tendo em vista encontrar explicações para os fatores naturais que afetam o nosso planeta.

A Critial Software participou no projeto de construção destes satélites, sendo responsável pela verificação e validação do software de controlo dos satélites que compõem a SWARM, garantindo a conformidade com os standards de qualidade da ESA e que o mesmo se encontra livre de erros que pudessem comprometer a sua missão.

A Critical Software ganhou, ao longo deste ano, dois importantes contratos com a Agência Espacial Europeia, na ordem dos sete dígitos cada um, com vista ao desenvolvimento do software de controlo de duas missões da ESA que estão em fase de construção, o Solar Orbiter e o satélite Trace & Gas Orbiter.

O lançamento do Solar Orbiter está previsto para janeiro de 2017, tendo como missão a recolha de informação relativa ao Sol de forma a permitir compreender melhor o comportamento deste corpo celeste.

Já o satélite Trace & Gas Orbiter, que compõe a missão a Marte promovida pela Agência Europeia, tem o seu lançamento previsto para janeiro de 2016 e os seus objetivos são o mapeamento das fontes de gás metano e outras provindas de Marte, o apoio à seleção do lugar de aterragem do Rover Europeu e assegurar as comunicações entre o Rover e a Terra.

“A Critical Software tem conseguido manter uma posição constante e relevante em vários programas das agências espaciais norte americana e europeias, quer no desenvolvimento de software de controlo, quer na sua verificação e validação independente. É mais uma prova da qualidade dos profissionais, da engenharia e da tecnologia portuguesas que lideram nalguns dos mercados mais exigentes a nível mundial. A colaboração com as agências espaciais tem-nos permitido também a expansão da nossa oferta, know-how e especialização para outros setores de atividade complementares e de semelhante exigência tecnológica, como por exemplo de Defesa ou Aeronáutico”, afirma Paulo Guedes, Business Development Manager da Critical Software.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor