Critical Software espera crescimento das receitas acima dos 30 por cento

EmpresasNegócios

A Critical Software anunciou os resultados financeiros de 2013, reportando rácios de crescimento expressivos que prevê que venham a ter um aumento significativo em 2014. Nos principais resultados do ano de 2013, destaque-se que as novas encomendas da empresa cresceram 70 por cento, alcançando os 23,6 milhões de euros, o volume de negócios cresceu seis

A Critical Software anunciou os resultados financeiros de 2013, reportando rácios de crescimento expressivos que prevê que venham a ter um aumento significativo em 2014.

GráficoNos principais resultados do ano de 2013, destaque-se que as novas encomendas da empresa cresceram 70 por cento, alcançando os 23,6 milhões de euros, o volume de negócios cresceu seis por cento em comparação com 2012, com a empresa a atingir um total de proveitos de 22 milhões de euros e um EBITDA de sete por cento, e o investimento em Investigação e Desenvolvimento (I&D) acima dos dez por cento do volume de negócios.

A Critical Software fez, em 2013, fortes investimentos ao nível do desenvolvimento do negócio, da sua presença no mercado internacional, da aposta continua em I&D e em novos produtos e no reforço da sua equipa. Para além de assegurar deste modo os níveis de desempenho positivos em 2013, a empresa preparou-se através destes investimentos para uma nova fase de forte crescimento e expansão do negócio que terá início em 2014.

Marco Costa, CEO da Critical Software, explica que “em 2014, mantendo a nossa aposta em I&D tendo em vista o desenvolvimento e lançamento de novos produtos, e nas nossas pessoas, esperamos vir a aumentar o nosso volume de negócios em mais de 30 por cento”, acrescentando que a empresa “está hoje numa posição privilegiada para continuar a ver aumentar as suas novas encomendas para valores acima dos 32 milhões de euros e alcançando um EBITDA de 13 por cento até ao final deste ano”.

A Critical Software é uma empresa de engenharia de software especialista em sistemas de informação críticos com forte aposta na inovação, com sede em Coimbra, escritórios em Lisboa e Porto, e várias subsidiárias espalhadas na Europa, América do Norte, América do Sul e África.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor