Crescimento da Timwe volta a bater recordes

Negócios

A empresa portuguesa Timwe voltou a bater recordes de crescimento em 2013. Desta vez o recorde foi batido no número de campanhas de marketing interativo destinadas aos operadores de telecomunicações móveis e aos grupos de media clientes. A Timwe realizou 142 campanhas interativas de marketing em mais de 30 países. Este foi o primeiro ano em que a

A empresa portuguesa Timwe voltou a bater recordes de crescimento em 2013. Desta vez o recorde foi batido no número de campanhas de marketing interativo destinadas aos operadores de telecomunicações móveis e aos grupos de media clientes.

business-growthA Timwe realizou 142 campanhas interativas de marketing em mais de 30 países. Este foi o primeiro ano em que a empresa lançou campanhas em países como as Filipinas, a Croácia e a Bósnia. O número de utilizadores finais cresceu cerca de 36 por cento.

Relativamente às receitas globais registadas no terceiro trimestre deste ano, a empresa também registou um aumento de 38 por cento em comparação a período homólogo de 2012.

“Por três trimestres consecutivos conseguimos resultados muito fortes em termos de receitas. Continuamos a entregar serviços de excelência e a desenvolver projetos que levam valor acrescentado tanto à Timwe, como aos seus clientes”, diz o CEO da empresa, Diogo Salvi.

“O ano de 2013 está a ser o melhor ano da empresa, especialmente nas áreas de campanhas de marketing interativo e de soluções de gestão de portais, duas áreas estratégicas cuja importância está a crescer no ecossistema de negócio da Timwe. Continuamos a apostar na estratégia de expansão mundial, reforçando a nossa liderança nos nossos principais mercados, como o latino-americano, e continuamos a crescer em novas geografias, concretamente em África e nas regiões da Ásia e do Pacífico, que nos proporcionam mais oportunidades e suportam os objetivos do nosso modelo de negócios”, acrescenta o presidente.

No ano passado, a companhia portuguesa alcançou um volume de negócios de 337 milhões de euros de receita global e cresceu 20 por cento face aos resultados de 2011.

A empresa atua nas áreas de mobile marketing, entretenimento e pagamentos móveis.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor