CoSwitched inicia operações

EmpresasNegóciosStartup

A CoSwitched é uma startup, sedeada em Lisboa, que iniciou as suas operações na última segunda-feira. A startup pretende abranger mais de 20 países com uma má rede virtual para serviços por GSM. A CoSwitched é uma nova startup de telecomunicações e interessada em disponibilizar serviços para a Internet das Coisas (IoT, na sigla em

A CoSwitched é uma startup, sedeada em Lisboa, que iniciou as suas operações na última segunda-feira. A startup pretende abranger mais de 20 países com uma má rede virtual para serviços por GSM.

m_img_71103A CoSwitched é uma nova startup de telecomunicações e interessada em disponibilizar serviços para a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) através de uma rede virtual de comunicações móveis, sendo um Mobile Virtual Network Operator.

A empresa posiciona-se como fornecedor de soluções para a gestão de máquinas interligadas, focada no mercado europeu e onde pretende usar serviços de comunicações por GSM.

“O mercado da Internet das Coisas é um dos que mais crescem anualmente”, afirma Bruno Duarte, co-fundador da CoSwitched. “As máquinas podem ser conectadas à Internet através de muitas tecnologias. Os operadores tradicionais e os seus parceiros dominam o serviço de conectividade por GSM, mas os tempos mudaram. Nós acreditamos que a indústria carece de um tipo diferente do fornecedor de ligação”.

O responsável da empresa prevê atingir o patamar das dez a 15 mil conexões por GSM no primeiro ano de atividade. O modelo de negócio está baseado em parcerias, pretendendo, no entanto, desenvolver uma estratégia de mercado direta, através de uma loja online.

Para além dos serviços de comunicações, a empresa fornece uma plataforma de gestão e monitorização da conectividade das máquinas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor