Corning falha estimativas para vendas de Gorilla Glass

Negócios

A norte-americana Corning viu os seus lucros falharem as estimativas dos analistas, depois da procura pelo seu Gorilla Glass, material de grande resistência utilizado em dispositivos móveis, ter sido mais fraca do que havia inicialmente esperado. Os lucros no segundo trimestre da empresa, antes de serem deduzidos valores variáveis, foram de 37 cêntimos por ação,

A norte-americana Corning viu os seus lucros falharem as estimativas dos analistas, depois da procura pelo seu Gorilla Glass, material de grande resistência utilizado em dispositivos móveis, ter sido mais fraca do que havia inicialmente esperado.

corning gorilla glass

Os lucros no segundo trimestre da empresa, antes de serem deduzidos valores variáveis, foram de 37 cêntimos por ação, o que ficou abaixo dos 38 projetados pelos analistas, segundo dados recolhidos pela Bloomberg.

Contudo, disse hoje a Corning, os lucros gerados pelas vendas subiram para os 28 por cento – atingindo os 2,58 mil milhões de dólares – superando os 2,53 mil milhões de dólares esperados.

A empresa afirmou que uma procura anorética pelo Gorilla Glass impactou negativamente os resultados para o segundo trimestre, pelo que quedas menos acentuadas do que aquelas que haviam sido estimadas para as vendas de ecrãs LCD não conseguiram colmatar a quebra. Este incremento deveu-se a um aumento das vendas de aparelhos com ecrã LCD nos mercados europeu e sul-americano.

A Corning viu-se então forçada a reduzir para os 20 por cento – dos 24 por cento anteriormente calculados – o crescimento das remessas do Gorilla Glass.

O diretor financeiro Jim Flaws confessou hoje que a empresa dera um passo em falso, motivado pela interpretação errónea do mercado dos tablets.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor