Coreia do Sul considera sancionar Facebook

e-Marketinge-RegulaçãoLegalRedes Sociais

A rede social e o motor de busca Naver estão debaixo do olhar atento da autoridade reguladora sul-coreana devido a eventuais quebras nas políticas de privacidade. As duas plataformas estarão a recolher dados sobre os utilizadores sem que estes o autorizem. O Facebook foi acusado, recentemente, de recolher dados e monitorizar os passos de utilizadores

A rede social e o motor de busca Naver estão debaixo do olhar atento da autoridade reguladora sul-coreana devido a eventuais quebras nas políticas de privacidade. As duas plataformas estarão a recolher dados sobre os utilizadores sem que estes o autorizem.

privacy

O Facebook foi acusado, recentemente, de recolher dados e monitorizar os passos de utilizadores que escolheram, deliberadamente, não serem seguidos e que acionaram a opção que devia garantir-lhes essa privacidade. Para além disso, foram reportadas informações que apontavam também que a rede social seguia, inclusivamente, utilizadores que não têm conta no Facebook.

Estas informações chegaram à KCC, a comissão para as comunicação na Coreia, que admite investigar as ações da empresa de Zuckerberg e aplicar as consequências adequadas. As suspeitas pairam também sob a Naver, motor de busca nacional, cuja aplicação móvel também estará a retirar informações pessoais dos utilizadores para uso de terceiros, muitas vezes.

Parte das eventuais infrações prendem-se com a necessidade de aceder à localização dos dispositivos para instalar as aplicações que implicam também a disponibilização de outras informações que, aos olhos da KCC, são desnecessárias.

A comissão junta-se, por isso, à KISA, a agência de segurança da Coreia para a Internet, numa colaboração que pretende combater recolhas ilegais de dados dos utilizadores. Entre as medidas a serem tomadas, encontra-se a revisão da lei de proteção de dados.

A revisão, a ser elaborada em agosto deste ano, conta com uma proposta para que os fornecedores de serviços móveis que utilizem informações de localização sejam obrigados a reportar ao Governo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor