Conversar “Off the Record”

AppsMobilidade

“Ansa” é uma nova aplicação que permite mandar mensagens para os amigos. Até aqui nada de novo. A novidade é que os utilizadores podem falar “off the record” e as mensagens apagam-se 60 segundos depois de terem sido lidas. Já disponível para iOS e Android, a principal novidade desta aplicação para outras semelhantes é mesmo

“Ansa” é uma nova aplicação que permite mandar mensagens para os amigos. Até aqui nada de novo. A novidade é que os utilizadores podem falar “off the record” e as mensagens apagam-se 60 segundos depois de terem sido lidas.

999384_Portatil-Tablet-Samsung-116-XE500T1CA03PT-64-GB_2Já disponível para iOS e Android, a principal novidade desta aplicação para outras semelhantes é mesmo o botão “off the record” e a possibilidade de o utilizador apagar as mensagens enviadas, tanto no seu telemóvel como no telemóvel de quem recebeu a mensagem. Natalie Bryla, fundadora e CEO, afirma que “a diferença com outras aplicações de texto é que tudo o que se diz é permanente. Se pensarmos nisso, os utilizadores querem usar outra aplicação que permite falar de um modo mais livre”.

Se o utilizador enviar uma mensagem “on the record” e achar, posteriormente, que não o devia fazer, pode apagá-la, seja horas, dias ou meses depois de a ter enviado. Essa mensagem desaparece do seu smartphone e do smartphone de quem o recebeu. É a funcionalidade “sync deletion”. As funcionalidades da “Ansa” põem o utilizador em controlo da sua conversa.

Ao apagar uma mensagem “off the record”, essa mensagem é apagada, também, dos servidores da “Ansa”, para sempre. No entanto, nas comunicações normais, a “Ansa” mantém um registo de toda a conversa no seu servidor, assim como o Facebook faz. A app permite enviar não só texto, como fotos e vídeos. Para a empresa, é apenas uma funcionalidade adicional “que faz sentido ao serviço”.

A aplicação permite comunicar de uma forma mais criativa: o utilizador pode aplicar filtros às imagens e desenhar bonecos, por exemplo, antes de as enviar. Se o utilizador quiser enviar uma música ou uma imagem, pode procurar no YouTube e no Google sem sair da aplicação.

Para saber se os seus contactos usam o “Ansa”, a aplicação permite sincronizar a app com a lista telefónica do smartphone e com os contactos do Facebook.

No entanto, esta aplicação não permite fazer conversas em grupo e a CEO diz que esta funcionalidade não vai ser desenvolvida porque, para a empresa, torna-se algo que não é pessoal.

O target da “Ansa” são os estudantes, uma vez que passam por várias mudanças e experiências através da sua vida.

A startup está baseada em São Francisco (Estados Unidos) e já angariou 250 mil dólares. A empresa está focada em “limar” o produto e leva-lo até aos utilizadores. No entanto, há uma oportunidade de publicidade, usando promoções que só duram 60 segundos e onde o utilizador tem de ser rápido para poder “agarrá-la”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor