Contenção de despesas da Google deu frutos no segundo trimestre

EmpresasGestãoNegóciosResultados

A Google revelou que os lucros do segundo trimestre deste ano superaram as estimativas dos analistas, pela primeira vez em seis anos, e o valor das suas ações dispararam. Os investidores parecem acreditar na capacidade do colosso tecnológico para minimizar as despesas.

No período de abril a junho, a Google conseguiu arrecadar 17,7 mil milhões de dólares em receitas, um aumento de 11 por cento face ao mesmo quartel de 2014. A diretora financeira da empresa, Ruth Porat, a ex-Morgan Stanley que se juntou à tecnológica em Maio, disse que o crescimento deveu-se, notoriamente, aos negócios da pesquisa (onde a vertente mobile de destacou), do YouTube e da publicidade via plataformas programáticas.

Os analistas inquiridos pela Bloomberg haviam previsto lucros de 6,53 dólares por ação e os da Reuters estimavam lucros de 6,70 dólares por ação. A empresa de Mountain View conseguiu ir mais longe, com lucros de 6,99 dólares por ação.

A executiva afirmou que a Google está empenhada em explorar novas oportunidades numa grande porção dos seus negócios, e assegura que fá-lo-á alocando recursos ponderadamente. A Google é vista por muitos como uma gigante máquina de investimentos, não olhando a custos para atingir os fins, algo que tem deixado dos investidores com o sobrolho franzido. No entanto, parece que agora conseguiu conquistar-lhes a confiança na sua capacidade para moderar gastos e armazenar lucro.

O preço da publicidade online caiu 11 por cento, mas o impacto no negócio da Google foi atenuado pelo aumento do volume de anúncios.

O resultado líquido da empresa foi de 3,93 mil milhões de dólares, face aos 3,35 mil milhões conseguidos um ano antes, um aumento de cerca de 17 por cento.

As despesas operacionais da Google, apesar de terem aumentado, fizeram-no de forma menos expressiva. No primeiro trimestre, as despesas aumentaram 21 por cento, enquanto neste segundo trimestre o aumento foi de apenas 13 por cento. Isto evidencia que Porat está a apertar o cinto à Google.

O valor de mercado da tecnológica subiu cerca de 40 mil milhões de dólares (o valor da Uber) depois da comunicação dos resultados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor