Confirmada fusão entre a PT e a Oi

EmpresasNegócios

Segundo a Anacom, não existem até agora obstáculos à união entre a operadora portuguesa Portugal Telecom e a brasileira Oi. A garantia para a concretização do negócio entre as operadores PT e Oi passa pela aprovação dos reguladores setoriais, bem como a aprovação por partes dos acionistas de ambas as empresas. A aprovação tem de

Segundo a Anacom, não existem até agora obstáculos à união entre a operadora portuguesa Portugal Telecom e a brasileira Oi.

img_708x350$2013_06_12_13_42_47_202114A garantia para a concretização do negócio entre as operadores PT e Oi passa pela aprovação dos reguladores setoriais, bem como a aprovação por partes dos acionistas de ambas as empresas.

A aprovação tem de ultrapassar o voto para o aumento de capital e uma avaliação dos ativos da PT, como mais valia na conclusão da fusão.

Este negócio não vai representar alterações e oscilações no mercado português, o que não traz quaisquer dificuldades a nível de regulação. No Brasil a aprovação também decorre no sentido de acontecer.

A fusão foi anunciada em outrubro de 2013, com o objetivo de unidas se tornarem uma das vinte maiores operadoras globalmente.

A empresa vai ser dirigida por Zeinal Bava, presidente da PT e chefe executivo da Oi.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor