Computadores podem ser pirateados para enviar informação por ondas sonoras

Segurança

Um grupo de investigadores na área da segurança demonstrou que é possível invadir equipamentos padrão de computadores, impressoras e milhões de outros dispositivos, para enviar informação através de ondas sonoras.

A nova técnica permite assumir o controlo de componentes de circuitos e fazê-los vibrar de acordo com as frequências escolhidas pelos investigadores, que podem ser audíveis ou não, explica a Reuters. As vibrações resultantes podem ser captadas por uma antena de rádio AM a curta distância.

A “Funtenna”, assim foi batizado o sistema pelos criadores, foi apresentada na conferência anual Black Hat, em Las Vegas, pelo investigador Ang Cui, da empresa Red Balloon Security. De acordo com a Reuters, Cui deve disponibilizar código de “comprovação do conceito” para que outros investigadores e até mesmo hackers possam melhorar o seu trabalho.

Como explica a CNN, este trabalho é pioneiro, porque mostra como é possível roubar informação de computadores que não estão ligados à Internet, como aqueles que podemos encontrar em instalações nucleares. Mais, é possível furtar dados sem acionar qualquer tipo de alarmes, o que pode ser um grande avanço para as práticas de hacking.

“Há deteção de rede, firewalls…mas isto transmite informação de um modo que nenhuma destas coisas consegue monotorizar”, disse Cui, citado pela CNN. “Isto desafia o nosso nível de certeza em relação à segurança de redes”, alerta o investigador.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor