Wi-Fi em aviões põe em causa segurança dos passageiros

Segurança

“A Administração de Aviação Federal dos EUA e a Comissão Europeia aprovaram o uso de computadores e dispositivos móveis nos aviões”. Este constitui um passo importante no acesso dos utilizadores de transportes aéreos a informação a qualquer hora e em qualquer circunstância mas que pode pôr em causa a segurança dos passageiros quando estão a bordo. De

“A Administração de Aviação Federal dos EUA e a Comissão Europeia aprovaram o uso de computadores e dispositivos móveis nos aviões”. Este constitui um passo importante no acesso dos utilizadores de transportes aéreos a informação a qualquer hora e em qualquer circunstância mas que pode pôr em causa a segurança dos passageiros quando estão a bordo.

Kaspersky Labs 01-2009

De acordo com Kurt Baumgartner, analista da Kaspersky Lab, “ligar-se a uma rede Wi-Fi representa sempre alguns riscos. Hoje em dia, são muitas as técnicas que os hackers utilizam para comprometer a segurança das redes wireless e aceder aos dispositivos ligados a elas. Por esta razão, ao ligar-se à rede de um avião também será possível a um cibercriminoso, que inclusive possa ir sentado ao nosso lado, tentar aceder ao nosso dispositivo”.

As longas horas de voo permitirão, assim, que os passageiros se liguem à Internet durante o trajeto, mas a dúvida que agora surge é se as redes Wi-Fi dos aviões são, ou não, seguras. É um assunto que será uma constante na comunidade internacional e que promete bastantes debates e discussões.

É uma medida que já vinha a ser prometida há algum tempo e que agora finalmente entrou em vigor. Os passageiros já podem utilizar Wi-Fi a bordo e enviar e receber SMS, chamadas ou e-mails, exceto no momento da descolagem e aterragem.

Cada vez são mais as companhias aéreas a incluir o serviço Wi-Fi na oferta que possuem e, na realidade, para os passageiros representa um grande avanço poder aceder a dados que precisem durante as viagens.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor