Como manter o tempo de atividade em serviços de saúde críticos

InovaçãoNegóciosTecnologia Verde

Soluções abrangentes de UPS para cuidados de saúde ajudam a garantir que os sistemas das unidades de cuidados neonatais continuam em funcionamento durante interrupções de energia elétrica. Os serviços de saúde críticos são de extrema importância, pelo que o seu funcionamento deverá ser sempre assegurado. Por isso mesmo, requerem soluções fiáveis de proteção da alimentação

opiniao joao rodrigues

Soluções abrangentes de UPS para cuidados de saúde ajudam a garantir que os sistemas das unidades de cuidados neonatais continuam em funcionamento durante interrupções de energia elétrica.

Support

Os serviços de saúde críticos são de extrema importância, pelo que o seu funcionamento deverá ser sempre assegurado. Por isso mesmo, requerem soluções fiáveis de proteção da alimentação elétrica, nomeadamente no caso das unidades de cuidados neonatais e cuidados intensivos.

A utilização de UPS permite aos prestadores de cuidados de saúde a proteção de pessoas e dispositivos, garantindo, ao mesmo tempo, a geração de energia limpa mesmo sob as circunstâncias mais difíceis. Na eventualidade de uma avaria da rede elétrica concessionada, este tipo de soluções proporcionam a geração de energia alternativa durante o período em que o gerador fornece energia de backup, permitindo tempo de atividade suficiente para relocalizar serviços críticos, caso seja necessário.

Quando as aplicações altamente críticas em ambientes de cuidados de Saúde se tornam inoperantes, a saúde e a segurança dos doentes é colocada em risco. Soluções UPS fiáveis mantêm o tempo de atividade de equipamentos como TAC, imagem por ressonância magnética e outros equipamentos médicos em salas de cirurgia e unidades críticas para manter os doentes vivos e seguros em qualquer circunstância.

As normas da Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC), por exemplo, tornam obrigatória a instalação de um equipamento UPS em serviços classificados como críticos, incluindo:

Unidades de Cuidados Neonatais – neste caso, o impacto de uma interrupção da alimentação elétrica pode levar à perda de vidas. Por exemplo, os bebés prematuros correm maior risco porque dependem de equipamentos de sustentação da vida. Portanto, é necessária uma UPS  nessas unidades para proteger a alimentação elétrica, manter uma temperatura saudável e tornar acessíveis a enfermeiros e médicos dados relevantes acerca do bebé;

Unidade de Cuidados Intensivos – este tipo de unidade tem maior prioridade em garantir a segurança do doente em relação a outras unidades. Soluções UPS adequadas e altamente fiáveis são essenciais, pois os doentes que recuperam de cirurgias complexas estão ligados a sistemas de monitorização e unidades de análise, o que ajuda os médicos e enfermeiros a tomar as melhores decisões ao nível da medicação, próximos passos e cuidados em geral.

Torna-se, assim, absolutamente imperativo o recurso a soluções altamente fiáveis e concebidas em conformidade com as melhores práticas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor