Comércio eletrónico em Portugal mais frequente dos 25 aos 34 anos

e-Commercee-Marketing

O Instituto Nacional de Estatísticas diz que o comércio eletrónico no nosso país é utilizado por 30, 2 por cento das pessoas na faixa etária dos 25 aos 34 anos. Estes dados foram obtidos no Inquérito à Utilização da Tecnologias de Informação e da Comunicação pelas Famílias. É neste grupo etário que é mais frequente

O Instituto Nacional de Estatísticas diz que o comércio eletrónico no nosso país é utilizado por 30, 2 por cento das pessoas na faixa etária dos 25 aos 34 anos. Estes dados foram obtidos no Inquérito à Utilização da Tecnologias de Informação e da Comunicação pelas Famílias.

ecommerce-forniture-768x450É neste grupo etário que é mais frequente o comércio eletrónico em Portugal e os resultados do estudo indicam que o recurso a este tipo de comércio vai diminuindo conforme aumenta a faixa etária, registando-se uma significativa redução a partir dos 45 anos.

No total, o comércio eletrónico é utilizado por 14,8 das pessoas entre os 16 e os 74 anos, informa o INE.

Este inquérito indica ainda que no ano de 2013, 64 por cento das pessoas com idades compreendidas entre 16 e 74 anos utilizam computador e 62,1 por cento acedem à Internet, o que aumenta a semelhança dos valores e trajetórias das duas séries de dados.

A diferença entre estes dois indicadores era quase de 5 p.p. em 2009 e reduziu para cerca de 2 p.p. este ano. As taxas de crescimento médio da utilização de computador e Internet foram de 5 por cento em 2009 e de 7 por cento em 2013.

São os jovens entre os 16 e os 24 anos que mais utilizam computador e Internet, diminuindo consoante a idade vai aumentado. É a partir dos 45 anos em que a proporção de utilizadores de computador e Internet regista proporções inferiores à média nacional.

O inquérito revelou ainda que 66,7 por cento dos agregados familiares residentes em Portugal têm computador em casa e 62,3 por cento têm acesso à Internet.

Com estes resultados, verifica-se a tendência cada vez maior das famílias portuguesas no acesso às novas tecnologias. Entre 2009 e 2013 o acesso a computadores aumentou quase 11 pontos percentuais e o acesso à Internet aumentou 14 p.p. Mais de metade destes acréscimos ocorreram em 2009 e 2010, registando valores da ordem de 1 p.p. no ano corrente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor