Combes acredita em recuperação da Alcatel-Lucent em 2015

NegóciosOperadoresRedes

A Alcatel-Lucent está confiante de que este ano conseguirá reconquistar um crescimento positivo. Para além dos cortes nas despesas que tem vindo a aplicar, a operadora planeia também vender o seu negócio de cabos submarinos no segundo semestre de 2015. Otimismo foi o que o diretor executivo da empresa francesa de telecomunicações, Michel Combes, transmitiu

A Alcatel-Lucent está confiante de que este ano conseguirá reconquistar um crescimento positivo. Para além dos cortes nas despesas que tem vindo a aplicar, a operadora planeia também vender o seu negócio de cabos submarinos no segundo semestre de 2015.

michel combes alcatel lucent

Otimismo foi o que o diretor executivo da empresa francesa de telecomunicações, Michel Combes, transmitiu face à capacidade da Alcatel-Lucent para voltar a registar um crescimento positivo. O plano de recuperação financeira da empresa foi implementado em junho de 2013, mas só agora poderá começar a dar frutos.

As vendas do quarto trimestre de 2014 caíram seis por cento, para os 3,68 mil milhões de euros, algo com o qual, ao que parece, a empresa estaria já a contar. Por outro lado, e no mesmo período, os lucros operacionais duplicaram, face ao ano anterior, chegando aos 284 milhões de euros, valor que, ainda assim, ficou dez por cento aquém do estimado.

A Reuters aponta que a redução da taxa de investimentos de operadoras como a Verizon e a AT&T em redes móveis 4G refletiu-se negativamente nas receitas da Alcatel-Lucent, que fornecia o necessário equipamento para o desenvolvimento das infraestruturas de próxima geração.

As receitas da Alcatel-Lucent subiram 6,5 por cento em 2014, colocando a empresa sob um valor de 8,9 mil milhões de euros. Contudo, as hesitações face à rentabilidade da empresa podem ainda ser algumas, mas Combe quer terminantemente provar que a Alcatel-Lucent consegue ainda voltar à mó de cima.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor