Collab aposta no mercado brasileiro de contact center

CloudEmpresasNegócios

A empresa portuguesa fechou uma parceria com a Olibras Telecom para disponibilizar o Nubitalk, solução para contact centers baseado na cloud, no mercado brasileiro e assim ajudar as empresas na sua transformação digital.

O Brasil é dos um dos maiores mercados de telecomunicações do mundo e as empresas do país estão a começar a sua mudança para a nuvem. Assim, a Collab vai expandir a sua oferta Nubitalk a esse mercado apostando forte na internacionalização.

A solução é escalável, flexível, disponibilizada em versão pay-as-you-go e permite a implementação de uma estratégia omnichannel que pode ser gerida através de uma única plataforma. Estes são os benefícios que a empresa aponta para o sucesso da ferramenta na Europa e quer ver repetido do outro lado do oceano.

A brasileira Olibras Telecom, que será master reseller do portfólio da Collab, apresentou a solução em São Paulo, num evento que contou com a participação de mais de 40 empresas, entre elas a Plantronics e a Panasonic, que serão parceiros chave no mercado da América Latina.

“O Brasil é um dos maiores mercados de contact centers da América Latina, e talvez do mundo, depois da Índia e das Filipinas. Tem já uma boa largura de banda, excelentes data centers locais, o preço das comunicações está acessível e é, por isso, um dos países mais bem posicionados para uma migração gradual para a cloud”, explica, em comunicado, Carlos Vasconcelos, VP de marketing da Collab.

“Acreditamos que as empresas irão adotar uma estratégia omnichannel e mover os seus contact centers das instalações físicas para a cloud. Isto dará origem a uma nova geração de soluções de suporte mais personalizadas, eficientes e satisfatórias para o cliente. O serviço Nubitalk permite concretizar essa visão”, acrescenta o executivo.

O Brasil não é o único país da América Latina em que a Collab quer apostar e a empresa vai aproveitar a entrada nesse mercado para chegar também, até ao final do ano, à Argentina e ao Peru.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor