Cloud computing põe resultados da Microsoft nas nuvens

CloudGestãoResultados
0 2 Sem Comentários

Há seis meses que a Microsoft não tinha um dia em bolsa tão favorável como o de ontem. A razão? A empresa norte-americana divulgou os resultados trimestrais que indicaram forte crescimento na área de negócios de cloud.

As ações da tecnológica chegaram a subir 6,7 por cento.

A receita da Microsoft com o que a empresa classifica como negócios de “nuvem inteligente”, que incluem a plataforma e software de servidor Azure, subiu 7 por cento, para 6,7 mil milhões de dólares.

O analista da Bernstein, Mark Moerdler disse à Reuters que a empresa finalmente está a fazer algum progresso, nomeadamente encorajando os utilizadores do pacote de programas Office a adotarem uma assinatura de serviços baseados em computação em nuvem.

Pelo menos 10 corretoras aumentaram o preço-alvo para a ação da Microsoft até agora, relatou esta agência de notícia.

Até ao de terça-feira, as ações da Microsoft acumularam uma queda de 4 por cento em 2016, embora tenham ganho 13 por cento nos últimos 12 meses, de acordo com dados da Thomson Reuters.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor