Cisco e Microsoft desenvolvem nova plataforma em conjunto

CloudGestão de RedesRedes

O alargamento do acordo entre a Cisco e a Microsoft resulta na criação de uma solução integrada que pretende responder aos desafios cloud que os fornecedores deste tipo de serviços enfrentam. Assegurando custos mais reduzidos, esta nova plataforma quer possibilitar ainda a expansão da Intercloud, uma rede gigante que liga diferentes clouds. A nova plataforma

O alargamento do acordo entre a Cisco e a Microsoft resulta na criação de uma solução integrada que pretende responder aos desafios cloud que os fornecedores deste tipo de serviços enfrentam. Assegurando custos mais reduzidos, esta nova plataforma quer possibilitar ainda a expansão da Intercloud, uma rede gigante que liga diferentes clouds.

cloud

A nova plataforma promete unir os sistemas da Cisco e os da Microsoft ao colocar na mesma solução a tecnologia Cisco ACI e o Windows Azure Pack de modo a beneficiar os fornecedores de serviços cloud que poderão, deste modo, oferecer produtos mais ágeis e que incluam novas funcionalidades como é o caso da recuperação de dados aquando de uma falha no sistema.

A lógica de integração aplicada nesta plataforma, que recebeu o nome de Arquitetura Cloud Cisco para a Plataforma Cloud Microsoft, tem como intuito reunir no mesmo local todas as ferramentas necessárias aos fornecedores para gerirem o seu negócio e a possibilidade de aumentarem o seu catálogo de ofertas. De acordo com as empresas envolvidas, esta solução irá disponibilizar bibliotecas de gestão de políticas pré-definidas que deverão facilitar os processos ao providenciar linhas padronizadas a partir das quais os fornecedores se poderão guiar.

O alargamento do acordo das duas empresas, firmado em 2014, pretende ainda que a plataforma de ambas seja conhecida como uma proposta completa e, para isso, a Cisco e a Microsoft apresentam também uma estratégia de comercialização que deverá acompanhar todo o percurso dos fornecedores desde a criação das ideias à fidelização dos clientes, como referem em comunicado. A ideia é garantir o suporte e apoio necessários aos clientes que providenciem serviços cloud para que estes possam minimizar custos e aumentar a produtividade e eficiência.

Para que a atualização desta parceria seja, de facto, completa e cumpra os objetivos a que se propõe, é apresentada ainda uma funcionalidade que permite o acesso a uma cloud híbrida para que os fornecedores possam ligar as suas atividades à Intercloud da Cisco e à Azure da Microsoft.

No que diz respeito à Intercloud, o plano passa pela criação de uma rede mundial que interligue as diferentes clouds existentes para que os dados possam ser encontrados e analisados mais rapidamente, sem colocar em causa as diferentes legislações que restringem a localização dos dados. Na concretização desta Intercloud já fazem parte 60 fornecedores de 50 países e incluem empresas como a Skyscape, Telecom Italia e Telefónica.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor