Cisco cria primeira comunidade de cibersegurança em Portugal

CyberwarGestão de RedesRedesSegurança

A comunidade nacional de cibersegurança recém-criada pela Cisco reuniu-se hoje pela primeira vez em Lisboa. Constituído por gestores informáticos e de segurança de empresas de vários setores portugueses, este think tank visa discutir as necessidades e os desafios atravessados no atual mercado, no âmbito da segurança cibernética das redes empresariais. A Cisco, um nome de

A comunidade nacional de cibersegurança recém-criada pela Cisco reuniu-se hoje pela primeira vez em Lisboa. Constituído por gestores informáticos e de segurança de empresas de vários setores portugueses, este think tank visa discutir as necessidades e os desafios atravessados no atual mercado, no âmbito da segurança cibernética das redes empresariais.

cibersegurança

A Cisco, um nome de peso no mercado das redes, reconhecendo que, num mundo crescentemente digital, as ameaças cibernéticas estão ao virar de cada esquina, decidiu criar uma comunidade de CIO (diretores informáticos) e CSO (diretores de segurança) para obter uma mais ampla perspetiva acerca daquilo que são as dificuldades e necessidades sentidas pelas entidades para as quais trabalha em matéria de segurança de redes corporativas.

As identidades das empresas e dos participantes deste encontro à porta fechada não puderam ser reveladas. Contudo, a B!T apurou que entidades dos setores da Banca, das Telecomunicações e da Comunicações Social marcaram presença.

Esta comunidade, segundo fontes oficiais da Cisco, é composta por um painel de 10 a 15 membros, e os seus encontros têm uma periodicidade trimestral.

A B!T soube também que serão realizadas várias ações de apoio a esta comunidade. No entanto, como as negociações estão ainda em curso, a empresa não foram avançados mais detalhes.

A Cisco afirma que esta é a primeira e única comunidade do género em Portugal.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor