Cisco corta 4.000 postos de trabalho

Negócios

A Cisco Systems anunciou que vai cortar 4.000 postos de trabalho, isto é, 5% da sua força laboral, devido à incerteza do ambiente económico global. John Chambres, Presidente e Conselheiro Delegado da empresa, afirmou que a recuperação depois da crise “é mais contraditória e inconsistente  do que outras que vi”. A Cisco anunciou, ainda, que

A Cisco Systems anunciou que vai cortar 4.000 postos de trabalho, isto é, 5% da sua força laboral, devido à incerteza do ambiente económico global.

cisco_campus

John Chambres, Presidente e Conselheiro Delegado da empresa, afirmou que a recuperação depois da crise “é mais contraditória e inconsistente  do que outras que vi”.

A Cisco anunciou, ainda, que vai eliminar camadas intermédias de gestão, para procurar agilizar o processo de decisão.

A empresa obteve lucros de 10 mil milhões de dólares (mais 24,2 %) no seu ano fiscal de 2013 e aumentou as receitas em 5,5%, para 48.600 milhões de dólares (cerca de 36,6 mil  milhões de euros).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor