Cisco anuncia programa global de bolsas de cibersegurança

Segurança

A Cisco estima que em 2019 vai haver um défice de dois milhões de profissionais de cibersegurança à escala global. Para ajudar a cobrir esta necessidade, a empresa norte-americana apresentou um Programa Global de Bolsas de Cibersegurança, com um financiamento de 10 milhões de dólares.

Basicamente, a Cisco vai destinar 10 milhões de dólares ao Programa Global de Bolsas de Cibersegurança que terá uma duração de dois anos e pretende aumentar o número de profissionais formados em técnicas avançadas de cibersegurança.

A empresa vai ainda oferecer formação, mentoring e certificações alinhadas com as necessidades da indústria, identificadas pelo Security Operations Center Analyst, “proporcionando a preparação necessária para responder aos atuais e futuros desafios de segurança de rede”, dizem em comunicado cedido à imprensa.

O documento explana ainda que o programa será disponibilizado em colaboração com parceiros de formação autorizados da Cisco (Cisco Authorized Learning Partners) e terá início em agosto de 2016.

Jeanne Beliveau-Dunn, vice-presidente e diretora-geral de serviços na Cisco, admite que a “a cibersegurança é essencial para ter sucesso na era da transformação digital. Muitos CEO de todo o mundo acreditam que a sua capacidade para inovar está limitada pelas suas preocupações de segurança na nova era digital. O programa de bolsas foi concebido como primeiro passo para cobrir o défice crescente de profissionais de cibersegurança, inspirando e facilitando a formação de novos talentos de qualquer índole, incluindo veteranos, mulheres e jovens”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor