CIONET chega a mais quatro países na América do Sul

EmpresasNegócios

A CIONET está a reforçar a sua presença na América Latina. A comunidade de CIO, a maior na Europa, dando continuidade à sua estratégia de expansão internacional, chegou ao Perú, Panamá, Equador e Venezuela, depois de já ter aterrado no Brasil e na Colômbia.     A estratégia de internacionalização da CIONET alicerça-se no fomento

A CIONET está a reforçar a sua presença na América Latina. A comunidade de CIO, a maior na Europa, dando continuidade à sua estratégia de expansão internacional, chegou ao Perú, Panamá, Equador e Venezuela, depois de já ter aterrado no Brasil e na Colômbia.

expansão

 

 

A estratégia de internacionalização da CIONET alicerça-se no fomento das relações e colaboração das tecnológicas multinacionais e no suporte à expansão global das empresas de pequenas e médias dimensões, colocando-as em contacto com entidades de cariz internacional.

Por lado, a CIONET Portugal tem vindo a apostar no crescimento da sua malha de parceiros, “bem como em mecanismos de contacto com a diáspora portuguesa nos países em que está presente”, diz a comunidade em nota.

O Programa Potências Tecnológicas, da CIONET, é um dos esforços que visa ajudar as empresas portuguesas a chegarem até aos grandes mercados da tecnologia, nomeadamente a Índia, a China, a Coreia do Sul e Israel. O programa tem ainda como propósito potenciar o desenvolvimento dos mercados de TI destes países, a par do de Portugal.

“Este alargamento da rede de CIOs para a América Latina é mais uma forma de ajudar e promover a internacionalização das PMEs portuguesas de base tecnológica”, refere Rui Serapicos, sócio-gerente da CIONET Portugal.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor