Ciberataques e adesão à nuvem impulsionam crescimento do mercado de segurança online

Cloude-RegulaçãoEspionagem
0 6 Sem Comentários

O mercado de segurança na Internet vai crescer a um ritmo médio de 8,4% ao ano até 2021, altura em que irá atingir o valor global de 42 mil milhões de euros. São números de um novo estudo da Allied Market Research.

O relatório indica que o mercado será impulsionado sobretudo pelo aumento do número de ciberataques e pela adesão de sistemas de segurança com base na nuvem. O maior crescimento será registado na indústria da Educação, com um crescimento médio anual de 14,3%. com a Ásia-Pacífico a tornar-se a região mais lucrativa.

“A utilização cada vez mais frequente de aplicações de Internet em várias áreas, como a educação, governo retalho, TI e telecomunicações, tornam-nas mais susceptíveis a vírus e ataques de spam”, refere o relatório.

O mercado está segmentado entre produtos e serviços, tecnologia, aplicações e geografia. Em 2015, as soluções de software de segurança representaram 74,8% das receitas totais, diz a Allied Market Research. “No entanto, as líderes da indústria, como a Intel, HP e Symantec, investiram fortemente em soluções baseadas na nuvem.” Por isso, o segmento de serviços terá o crescimento mais explosivo, com uma média anual de 23,6%.

No segmento da tecnologia, o segmento de autenticação dominou o mercado no ano passado, assegurando mais de 40% do bolo total. Já a banca, serviços financeiros e seguradoras geraram as receitas mais elevadas nas aplicações de segurança.

Os principais fornecedores analisados são a Symantec, Intel, HP, Cisco, IBM, Microsoft, Dell e Kaspersky Lab. “Os players de mercado adotaram como estratégias primordiais o lançamento de produtos, parceiras e aquisições”, diz a Allied, sublinhando que as regulações favoráveis e as iniciativas de comércio eletrónico e e-government impulsionaram o crescimento do mercado mundial de segurança na internet.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor