China quer acabar com perfis falsos na Internet

Segurança

O governo chinês pretende extinguir as contas que se provem ser falsas e que possam, por isso, contribuir para a desordem no país. A nova medida deverá entrar em vigor em março deste ano e cabe às empresas implementá-la. A já conhecida Grande Firewall da China tem adotado medidas cada vez mais restritas para que

O governo chinês pretende extinguir as contas que se provem ser falsas e que possam, por isso, contribuir para a desordem no país. A nova medida deverá entrar em vigor em março deste ano e cabe às empresas implementá-la.

chi3

A já conhecida Grande Firewall da China tem adotado medidas cada vez mais restritas para que a população tenha acesso somente aos conteúdos e serviços aprovados pelo governo de Pequim. Depois da proibição dos VPNs, o país quer acabar com os perfis falsos na Internet.

A partir de 1 de março, todas as contas que não aparentem ser verdadeiras devido aos nomes apresentados, deverão ser banidas, sejam elas pessoais ou de organizações. Para além disso, o registo de novas contas sofrerá um controlo mais apertado numa tentativa de garantir a utilização dos nomes reais no cibermundo.

O objetivo é eliminar os potenciais motores de discórdia no país tais como perfis irónicos que promovam a paródia relativamente aos líderes chineses ou aos ideiais do partido socialista. As novas regras deverão ser implementadas pelas próprias empresas que operem no setor da internet, segundo a Administração do Ciberespaço da China, e que incluem gigantes como a Tencent ou a Weibo.

O fim dos perfis falsos surge numa altura em que o número de utilizadores ativos e frequentes de internet cresceu cerca de cinco por cento, por ano, na China, com especial relevo nos dispositivos móveis e como ferramenta essencial para a atividades das empresas que têm visto os seus negócios dificultados graças às políticas censórias do governo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor