China diz que iPhones são ameaça à segurança nacional

Segurança

A Televisão Central da China (CCTV) afirmou hoje que o iPhone da Apple constitui-se como um verdadeiro risco à segurança nacional chinesa, visto que o smartphone tem a capacidade para identificar e datar as localizações dos utilizadores. As relações entre Pequim e Washington têm, nos últimos tempos, sido assoladas por mútuas acusações de espionagem e

A Televisão Central da China (CCTV) afirmou hoje que o iPhone da Apple constitui-se como um verdadeiro risco à segurança nacional chinesa, visto que o smartphone tem a capacidade para identificar e datar as localizações dos utilizadores.

nsa iphone

As relações entre Pequim e Washington têm, nos últimos tempos, sido assoladas por mútuas acusações de espionagem e um acentuado decréscimo da confiança entre as duas super-potências.

Depois de há mais de um mês ter suspendido todos os serviços da Google no país e de ter proibido que os novos computadores do governo operassem sobre o sistema operativo Windows 8 da Microsoft, a China volta as suas atenções para a Apple alegando que as ferramentas de localização dos utilizadores que os iPhones integram, informações estas que podem ser divulgadas, são uma real ameaça à segurança do país e dos seus cidadãos.

Um investigador entrevistado pela CCTV disse que estas capacidades dos smartphones da tecnológica liderada por Tim Cook abrem a porta para o acesso a dados sensíveis.

A Apple tem sido constantemente flagelada em praça pública pela comunicação social chinesa, que a tem acusado de fornecer dados confidenciais dos seus utilizadores a agências de inteligência norte-americanas.

São múltiplas as empresas norte-americanas que têm sido alvo de boicotes por parte do governo chinês, resultado daquilo a que os analistas chamam de “Efeito Snowden”, um nome algo caricato que se refere às repercussões dos programas de espionagem da NSA revelados por Edward Snowden, que foram causa de um aumento do nível de desconfiança de todo mundo relativamente aos Estados Unidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor