Check Point lança solução de cibersegurança industrial

RedesSegurançaSoftware

A Check Point lançou uma nova solução que permite reforçar a segurança de infraestruturas críticas. A 1200R foi desenhada para assegurar a integridade dos Sistemas de Controlo Industrial (ICS), oferecendo um controlo granular e maior visibilidade sobre redes de recolha e análise de dados em tempo real (SCADA), bem como ferramentas proteção e deteção de

A Check Point lançou uma nova solução que permite reforçar a segurança de infraestruturas críticas. A 1200R foi desenhada para assegurar a integridade dos Sistemas de Controlo Industrial (ICS), oferecendo um controlo granular e maior visibilidade sobre redes de recolha e análise de dados em tempo real (SCADA), bem como ferramentas proteção e deteção de ciberameaças que predam estas infraestruturas.

rede industria

As redes SCADA recolhem e analisam dados relativos às operações de uma indústria, atuando, assim, como mecanismos de controlo. Contudo, se esta infraestrutura, utilizada em sistemas de transportes, distribuição elétrica e hídrica, for atacada, física ou virtualmente, os sistemas críticos e o processo operacional podem ficar comprometidos.

“As contínuas falhas de cibersegurança sofridas pelas indústrias de infraestruturas críticas traduzem-se em incidentes ambientais que irão exceder os 10 mil milhões de dólares, bem como na perda trágica de vidas, levando a novas regulações a nível mundial para o ano de 2019”, explicou a consultora Gartner. Durante 2014, a Equipa de Reposta a Incidentes de Segurança sobre Sistemas de Controlo Industrial (ICS-CERT) registou 245 investidas contra infraestruturas críticas de Energia, Água e Transportes. Mais de 50 por cento destes ataques recorreram a APT (Advanced Persistent Threats, ou Ameaças Avançadas Persistentes) ou a software malicioso com alto nível de sofisticação.

Os sistemas de controlo industrial (ICS) “estão habitualmente pouco protegidos e são altamente vulneráveis aos ataques”, diz a Check Point. No entanto, as atualizações a estes sistemas podem abrir as portas a ameaças, vulnerabilidade que, segundo a empresa, pode durar anos.

Dorit Dor, vice-presidente da divisão de produtos da Check Point, declara que “a proteção dos sistemas ICS não deve ser tomada de ânimo leve. Assim que os cibercriminosos conseguem ter acesso a um sistema de controlo, o dano é inevitável. O resultado de uma falha nos ICS será devastador e a questão chave no é ‘se poderá acontecer’, mas ‘quando vai acontecer’, motivo pelo qual a Check Point se dedica a proteger de forma proativa os ICS, para prevenir este tipo de incidentes catastróficos”.

A solução 1200R surge em resposta a estas preocupações. Foi concebida para atuar ao nível da cibersegurança industrial, “em fábricas, em subestações elétricas remotas ou em instalações de geração de energia”, aponta a Check Point, e visa oferecer uma maior visibilidade e controlo granular sobre as redes SCADA, defendendo-as contra eventuais ataques.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor