CES 2014 conta com empresas portuguesas

EmpresasNegócios

Ontem começou o CES 2014 em Las Vegas, Estados Unidos. Num espaço de quase 300 mil metros quadrados e que conta com três mil expositores, há duas empresas portuguesas: a Areal-Media e a Portlane. A Areal-Media é uma empresa especializada em fotografia e produz um software de paginação para amadores. A Portlane especializou-se no conhecimento

Ontem começou o CES 2014 em Las Vegas, Estados Unidos. Num espaço de quase 300 mil metros quadrados e que conta com três mil expositores, há duas empresas portuguesas: a Areal-Media e a Portlane.

CES2A Areal-Media é uma empresa especializada em fotografia e produz um software de paginação para amadores. A Portlane especializou-se no conhecimento de Sistemas de Cobrança e Vigilância de Tráfego, consolidando-se na manutenção dos Toll Collection Systems.

A Portlane estreia-se no Consumers Electronic Show. A empresa de Braga foi a primeira empresa portuguesa a ser finalista nos prémios de engenharia e design do CES com uma box que poderá lançar um novo mercado na televisão. Paulo Solva, CEO da Portlane, explica que a empresa desenhou uma box que transforma a televisão numa smart TV”.

A QuidBox integra tecnologia da PrimeSense, empresa que fez os sensores do Kinect da consola Xbox 360, da Microsoft, e que foi adquirida pela Apple. Esta box também permite fazer videochamadas e comprar produtos que estão a ser publicitados ou falados numa série. A ambição da empresa é mundial e é por isso, explicam, que estão em Las Vegas.

Já a Areal-Media, também de Braga, está pela quarta vez consecutiva na feira. Pedro Veloso, CEO da empresa, em entrevista ao site Dinheiro Vivo, explicou que “todos os anos temos apresentado novas versões e funcionalidades do nosso software AdigitalBook” e que este ano a empresa vai apresentar a nova versão online para iPad RTL, ou Right to Left, direcionado para o mercado israelita.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor